Após recorde, valor do bitcoin despenca | Notícias e análises sobre a economia brasileira e mundial | DW | 23.12.2017
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages
Publicidade

Economia

Após recorde, valor do bitcoin despenca

Criptomoeda sofre uma desvalorização de cerca de 20% em 24 horas, demonstrando sua volatilidade. Operações de compra e venda de moedas virtuais em plataforma dos EUA chegam a ser interrompidas.

Bitcoin

Desvalorização do bitcoin demonstra sua volatilidade

Poucos dias após alcançar um valor recorde, o bitcoin despencou nesta sexta-feira (22/12), demonstrando sua volatilidade. Em 24 horas, a criptomoeda sofreu uma desvalorização de cerca de 20%.

A desvalorização começou quando os mercados dos Estados Unidos estavam fechados durante a noite, sem que se conheça uma razão específica. O bitcoin estreou no mercado futuro de Chicago na semana passada.

Leia também:

Bitcoin consome tanta energia quanto um país inteiro

O que é o bitcoin, a moeda virtual que chegou a valer 11 mil dólares

Diante da desvalorização, a Coinbase, considerada a plataforma de compra e venda de moedas virtuais mais importante dos Estados Unidos, anunciou que tinha interrompido temporariamente as operações e que estava fazendo o possível para restabelecê-las.

Durante o dia, a mais bem-sucedida das mais de 29 criptomoedas que têm capitalização superior a 1 bilhão de dólares chegou a ser cotada a 11.069 dólares, uma queda que começou a se agravar pouco antes da abertura dos mercados financeiros em Wall Street.

A cotação ficou muito abaixo do valor de mais de 19,8 mil dólares registrado no último domingo, um dia antes de o bitcoin começar a operar no CME, o principal mercado de derivados financeiros dos Estados Unidos, com sede em Chicago.

A entrada do bitcoin no CME e a oferta que foi feita uma semana antes pelo CBOE, outro mercado de derivados financeiros de Chicago menor que o anterior, gerou expectativas de que haveria uma diminuição da volatilidade que a moeda virtual vem registando nos últimos anos.

Há um ano, o bitcoin era cotado a cerca de 800 dólares e, desde então, sofreu uma valorização de 1.367%. O empurrão maior ocorreu em meados de novembro, quando a criptomoeda estava cotado em torno dos 6 mil dólares, e pulou para mais de 10 mil dólares no início de dezembro.

A razão da queda desta sexta-feira, que foi apontada pelos meios especializados, está vinculada a problemas técnicos que, aparentemente, as principais plataformas de compra e venda estão experimentando nos últimos dias devido à popularidade crescente da criptomoeda.

A Coinbase reconheceu na quarta-feira que não estava conseguindo concluir muitas transações pela avalanche de solicitações nos últimos dias. A plataforma anunciou então que as transferências poderiam levar até cinco dias úteis para serem concluídas.

A desvalorização deu razão aos que insistem que investir em bitcoins não é uma opção razoável, devido à sua forte volatilidade e ao fato de essa criptomoeda não estar inserida em nenhum sistema econômico.

CN/efe/rtr

----------------

A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas. Siga-nos no Facebook | Twitter | YouTube | WhatsApp | App

Leia mais