″Antes da moda do upcycling, a questão era economizar″ | Cultura europeia, dos clássicos da arte a novas tendências | DW | 27.02.2019
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Cultura

"Antes da moda do upcycling, a questão era economizar"

[Vídeo] A empresa "Lockengelöt", de Hamburgo, existe desde 2004. No começo da empreitada, usar materiais descartáveis era uma questão econômica.

Assistir ao vídeo 03:46

Reaproveitar objetos descartados, dar nova função a peças já sem uso: ideias e matéria-prima não faltam para a equipe da Lockengelöt, de Hamburgo. “Não queremos criar apenas objetos de decoração, e sim peças úteis, que cumpram uma função. Em primeiro plano, deve ser um produto bonito e bem feito, que apenas à segunda vista se perceba que foi reciclado ou reutilizado”, explica Carsten Trill, um dos fundadores da empresa.

A empresa Lockengelöt existe desde 2004. Além da loja física em Hamburgo, na Alemanha, os produtos podem ser comprados pela internet. Um dos principais produtos da empresa são os móveis feitos com barris de petróleo, skates antigos e discos de vinil.

No começo da empreitada, usar materiais descartáveis tinha uma razão bem prática, como conta Dennis Schnelting, também fundador da Lockengelöt: “Naquela época ainda não se falava muito em 'upcycling'. A questão era mais: de onde vamos conseguir material de graça?” 

Com o tempo, a questão ambiental passou a nortear cada vez mais os princípios da empresa. A Lockengelöt já ganhou diversos prêmios. Um deles foi o Green Product Award de 2015 pela peça “Romance-chave”: livros antigos que viram porta-chaves ou cabideiro.