Alemanha divulga vídeo para desestimular imigração ilegal | Notícias sobre política, economia e sociedade da Alemanha | DW | 07.08.2015
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Alemanha divulga vídeo para desestimular imigração ilegal

Vídeo será veiculado na Albânia, Bósnia e Herzegovina, Kosovo, Macedônia, Montenegro e Sérvia. Filme esclarece a cidadãos desses países que chance de conseguir asilo na Alemanha é praticamente nula.

O governo alemão adota medidas mais incisivas para tentar conter o afluxo migratório dos Bálcãs Ocidentais para o país. O Ministério do Interior divulgou nesta sexta-feira (07/08) um vídeo que será veiculado na região, visando desestimular os pedidos de asilo na Alemanha por cidadãos originários dessa região.

O filme de quatro minutos pretende esclarecer aos cidadãos da Albânia, Bósnia e Herzegovina, Kosovo, Macedônia, Montenegro e Sérvia que a chance de serem reconhecidos como refugiados na Alemanha é praticamente nula.

"Não arruíne a si e a sua família financeira e economicamente para pagar o transporte ilegal para a Alemanha. Não confie em nenhuma promessa de que na Alemanha se consegue asilo por motivos econômicos", adverte o spot que será veiculado na imprensa local.

De acordo com o Ministério do Interior, ele foi preparado em cooperação com os governos dos Bálcãs Ocidentais, a fim de tentar conter o fluxo de requerentes de asilo. Autoridades alemãs estimam que este ano o número de novos pedidos de refúgio no país vá dobrar em relação a 2014, podendo chegar a 400 mil.

O ministro alemão do Exterior, Frank-Walter Steinmeier, defende, ainda, ampliar a lista de países de origem seguros, a fim de acelerar o processo de análise de pedidos de asilo. Depois de designar a Sérvia, Bósnia e Herzegovina e Macedônia como países de origem seguros, o governo alemão pretende incluir na lista a Albânia, Kosovo e Montenegro.

CN/dpa/epd/kna

Leia mais