Alemanha divulga pré-convocados para Eurocopa | Notícias sobre política, economia e sociedade da Alemanha | DW | 17.05.2016
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Alemanha divulga pré-convocados para Eurocopa

Técnico Joachim Löw revela 27 nomes, incluindo três novidades. Até o final do mês, quatro jogadores terão de ser cortados da lista definitiva para o principal torneio de seleções da Europa.

Joachim Löw

Técnico Joachim Löw terá até o fim do mês para decidir sobre os nomes da lista final

O técnico da seleção alemã, Joachim Löw, divulgou nesta te¬rça-feira (17/05) a lista provisória dos jogadores convocados para a Eurocopa 2016, com nomes conhecidos e algumas surpresas. Dos 27 jogadores na lista inicial, quatro serão excluídos até o final do mês. Os três goleiros serão mantidos.

As novidades são os volantes Joshua Kimmich, do Bayern de Munique, e Julian Weigl, do Borussia Dortmund, além do meio-campista do Bayer Leverkusen, Julian Brandt – todos convocados pela primeira vez.

Os três terão a oportunidade de lutar por vagas na equipe numa partida amistosa contra Eslováquia, no dia 29 de maio em Ausburgo. Dois dias depois, em 31 de maio, Löw terá de anunciar os quatro cortes. Depois de mais um amistoso, em 4 de junho contra a Hungria, o ponta-pé inicial da Eurocopa 2016 será dado no dia 10 de junho.

Abaixo, a pré-lista da seleção alemã para a Eurocopa 2016:

Goleiros: Manuel Neuer (Bayern de Munique), Bernd Leno (Bayer Leverkusen) e Marc-André ter Stegen (Barcelona).

Defensores: Jérôme Boateng (Bayern de Munique), Antonio Rüdiger (Roma), Emre Can (Liverpool), Jonas Hector (Colônia), Mats Hummels (Borussia Dortmund), Shkodran Mustafi (Valência), Sebastian Rudy (Hoffenheim) e Benedikt Höwedes (Schalke 04).

Meio-campistas/atacantes: Bastian Schweinsteiger (Manchester United), Mesut Özil (Arsenal), Toni Kroos (Real Madrid), Joshua Kimmich (Bayern de Munique), Julian Draxler (Wolfsburg), Julian Brandt (Bayer Leverkusen), Karim Bellarabi (Bayer Leverkusen), Julian Weigl (Borussia Dortmund), Sami Khedira (Juventus de Turim), André Schürrle (Wolfsburg), Mario Götze (Bayern de Munique), Mario Gómez (Besiktas), Marco Reus (Borussia Dortmund), Thomas Müller (Bayern de Munique), Lukas Podolski (Galatasaray), e Leroy Sané (Schalke).

RC/dw/ots

Leia mais