Alemanha deve iniciar vacinação em 27 de dezembro | Notícias sobre política, economia e sociedade da Alemanha | DW | 16.12.2020

Conheça a nova DW

Dê uma olhada exclusiva na versão beta da nova DW. Sua opinião nos ajudará a torná-la ainda melhor.

  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages
Publicidade

Alemanha

Alemanha deve iniciar vacinação em 27 de dezembro

Imunização com vacina Pfizer-BioNTech terá como prioridade moradores de lares de idosos. Anúncio ocorre no mesmo dia em que país voltou a ficar sob lockdown e registrou novo recorde mortes.

Tübingen

Lockdown passou a vigorar na Alemanha nesta quarta-feira

A Alemanha prevê iniciar sua campanha de vacinação contra a covid-19 em 27 de dezembro, em lares de idosos, comunicaram nesta quarta-feira (16/12) autoridades sanitárias.

"O ministro da Saúde, Jens Spahn, informou os secretários estaduais da Saúde sobre a distribuição da vacina da BioNTech. O início da vacinação contra a covid-19 foi marcado para 27 de dezembro", indica um comunicado divulgado por autoridades de Berlim, que atuaram como anfitriãs de uma reunião com todos os 16 secretários estaduais de saúde do país.

A vacina aplicada será a desenvolvida pela farmacêutica americana Pfizer e a empresa de biotecnologia alemã BioNTech.

A Agência Europeia de Medicamentos (EMA) planeja dar luz verde para a vacina na próxima segunda-feira (21/12), oito dias antes do planejado. A previsão é que autorização final pela liderança da União Europeia ocorra até dois dias depois. Essa vacina já está sendo aplicada no Reino Unido, EUA e Canadá.

O anúncio ocorre num momento particularmente sensível na Alemanha. Nesta quarta-feira, o país voltou a ficar sob um rígido lockdown, com fechamento do comércio. As medidas devem durar até pelo menos 10 de janeiro. O país ainda vive uma explosão de novos casos de covid-19 e recordes diários de mortes.

Nesta quarta-feira, o país voltou a registrar um novo recorde na contagem diária de mortes por covid-19, com 953 óbitos em 24 horas. O recorde anterior havia sido registrado na última sexta-feira, com 598 mortes. O número expressivo desta quarta, porém, pode se explicar pelo fato de o estado da Saxônia – um dos mais atingidos em todo o país – ter atrasado o envio dos dados no início da semana.               

Ainda nesta quarta-feira, a presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, afirmou que os 27 membros da União Europeia começarão suas campanhas de vacinação no mesmo dia, 27 de dezembro.

"Começaremos assim que possível a vacinação, todos juntos, os 27, no mesmo dia, da mesma maneira que enfrentamos esta pandemia", disse a alemã em discurso no Parlamento Europeu. "Para controlar a pandemia, precisaremos vacinar até 70% da população. Esta é uma tarefa enorme", destacou.

JPS/rt/ots

Leia mais