Alemanha é escolhida a sede da Eurocopa de 2024 | Siga a cobertura dos principais eventos esportivos mundiais | DW | 27.09.2018
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Futebol

Alemanha é escolhida a sede da Eurocopa de 2024

Candidatura alemã supera a Turquia, e país será palco do principal torneio europeu de seleções pela segunda vez na história. Competição contará com dez cidades-sede, e a final será disputada em Berlim ou Munique.

Presidente da Uefa, Aleksander Ceferin, abre o envelope com o nome da Alemanha como vencedora da candidatura para a Eurocopa de 2024

Presidente da Uefa, Aleksander Ceferin, revela a Alemanha como vencedora da candidatura para a Eurocopa de 2024

A Alemanha foi escolhida sede da Eurocopa de 2024, anunciou o presidente da UEFA, Aleksander Ceferin, nesta quinta-feira (27/09), em Nyon, na Suíça. Será a segunda vez que a Alemanha receberá o principal torneio de seleções da Europa – em 1988, ainda como Alemanha Ocidental, foi palco do único titulo da seleção da Holanda no futebol adulto.

A candidatura alemã concorreu com a Turquia. A votação na sede da Uefa ocorreu após as apresentações finais de 15 minutos dos licitantes, e de um relatório de avaliação técnica que aparentemente dava à Alemanha impressões ligeiramente melhores.

O relatório de 40 páginas afirmou não haver grandes reservas sobre a candidatura da Alemanha. "A candidatura da DFB [Federação Alemã de Futebol] é de alta qualidade e atende confortavelmente às expectativas gerais quando se trata de aspectos políticos, responsabilidade social, sustentabilidade e direitos humanos", diz o texto.

No entanto, o relatório mostrou preocupações sobre a proposta apresentada pela Turquia, particularmente nas áreas de direitos humanos, infraestrutura e na economia. A Turquia falhou pela quarta vez em receber o maior torneio de seleções do continente. As candidaturas para as Eurocopas de 2008, 2012 e 2016 também não obtiveram êxito.

A Uefa depende da competição para ajudar a financiar as 55 federações membros da entidade. A receita da Eurocopa de 2016 com 24 equipes na França foi de quase 2 bilhões de euros. A Uefa obteve um lucro de 850 milhões de euros.

A Alemanha deve proporcionar cerca de 400 mil lugares a mais para venda de ingressos do que ocorreu no torneio na França. A candidatura alemã planeja utilizar dez estádios para o torneio, que conta com 51 partidas. As cidades de Berlim, Colônia, Dortmund, Düsseldorf, Frankfurt, Gelsenkirchen, Hamburgo, Leipzig, Stuttgart e Munique serão as sedes. A final será disputa em Berlim ou em Munique.

Além da Eurocopa de 1988, a Alemanha também já sediou duas Copas do Mundo (1974 e 2006), e a cidade de Munique é uma das sedes da Eurocopa pan-europeia de 2020. O ex-capitão da seleção alemã Philipp Lahm, que foi o embaixador da DFB na campanha, assumirá agora a chefia do comitê organizador da Eurocopa de 2024.

A Eurocopa começou a ser disputada em 1960, com a antiga União Soviética conquistando o título europeu contra a extinta Iugoslávia, no Parque dos Príncipes, em Paris, com vitória por 2 a 1 na prorrogação. Os maiores vencedores do torneio são Alemanha e Espanha, com três títulos cada.

PV/ap/afp/dpa/lusa

----------------

A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas. Siga-nos no Facebook | Twitter | YouTube | WhatsApp 

App | Instagram | Newsletter

Leia mais

Áudios e vídeos relacionados