Alemães citam 7 a 1 e Trump para ironizar seleção após goleada | Siga a cobertura dos principais eventos esportivos mundiais | DW | 18.11.2020

Conheça a nova DW

Dê uma olhada exclusiva na versão beta da nova DW. Sua opinião nos ajudará a torná-la ainda melhor.

  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages
Publicidade

Esporte

Alemães citam 7 a 1 e Trump para ironizar seleção após goleada

Derrota por 6 a 0 para a Espanha na Liga das Nações gera avalanche de críticas e ironia nas redes sociais, com referências à goleada da Alemanha sobre o Brasil na Copa de 2014 e a pedidos de "parem a contagem" de Trump.

Neuer vê a bola passar após chute certeiro de Ferran Torres

Neuer vê a bola passar após chute certeiro de Ferran Torres

A goleada de 6 a 0 aplicada pela Espanha na seleção alemã, em jogo pela Liga das Nações nesta terça-feira (17/11), gerou uma avalanche de comentários de torcedores e jornalistas alemães nas redes sociais.

Alguns fizeram referência à goleada de 7 a 1 da Alemanha sobre o Brasil, na Copa do Mundo de 2014, ou à contagem de votos na eleição dos Estados Unidos.

O programa humorístico Extra 3 tuitou "Alemanha está quase jogando como brasileiros".

Já o site humorístico Fums Magazin, dedicado ao futebol, perguntou: "Como se diz STOP THE COUNT em espanhol?"

Stop the count, ou "parem a contagem", foram palavras tuitadas pelo presidente Donald Trump após a eleição do dia 3 nos EUA, sob a alegação, sem provas, de fraude eleitoral.

O narrador esportivo Benni Zander também fez referências a Trump e tuitou "WE WON THIS GAME! BY A LOT!", ou "Ganhamos este jogo! Por muito!".

Outros jornalistas elogiaram a equipe alemã no Twitter e acrescentaram no próprio tuíte a frase "Fontes oficiais dizem que essa informação é falsa", imitando assim os alertas do Twitter em mensagens de Trump sobre supostas fraudes na eleição dos EUA.

Outro humorístico dedicado ao futebol, o canal Wumms, escreveu: "Quase um consolo: o Chipre também não está indo muito melhor contra Montenegro".

Logo depois, emendou: "Pelo menos ainda não é um 7 a 1".

Um torcedor, que se identificou apenas como Fleischkäs, escreveu no Twitter que a seleção alemã será a única a continuar fazendo jogos sem torcida quando a pandemia do coronavírus acabar.

Já o radialista Tobias Schäfer evocou uma famosa citação de Karl Lagerfeld e escreveu, sobre uma foto do técnico Joachim Löw: "Quem anda por aí de calça de abrigo perdeu o controle sobre a própria equipe".

Não faltaram críticas a Löw, que é cada vez mais contestado como técnico da seleção nacional. "Por que temos que esperar a Eurocopa passar para que Löw vá embora?", escreveu o jornalista Leander Wattig.

O colunista do jornal Bild Alfred Draxler opinou que, "diante de um adversário de qualidade, fica logo claro que alguns de nossos jogadores não têm nível internacional. E não há ninguém para liderar. Mas nós nos damos o luxo de deixar Hummels e Thomas Müller em casa! Löw está cada vez mais isolado!"

O ex-jogador da seleção Mesut Özil lamentou a falta de Jérôme Boateng e escreveu "hora de trazer Boateng de volta".

Mats Hummels, Thomas Müller e Boateng não foram convocador por Löw.

AS/ots

Leia mais