Air Berlin declara insolvência | Notícias sobre política, economia e sociedade da Alemanha | DW | 15.08.2017
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Air Berlin declara insolvência

Situação da segunda maior companhia aérea da Alemanha se complica após principal acionista retirar apoio financeiro. Empréstimo milionário do governo permite que empresa continue operando nos próximos meses.

Avião da Air Berlin

Air Berlin teve prejuízo de cerca de 782 milhões de euros em 2016

A companhia aérea alemã Air Berlin apresentou um pedido de insolvência nesta terça-feira (15/08), após sua principal acionista, a Etihad Airways, decidir não lhe conceder mais ajuda financeira.

A declaração de insolvência pela segunda maior companhia aérea da Alemanha, que tem mia de 8 mil funcionários, forçou o governo a intervir e fornecer um crédito temporário de 150 milhões de euros. Assim, a empresa poderá continuar operando pelos próximos três meses.

"Estamos num momento em que várias dezenas de milhares de viajantes estão em pontos turísticos internacionais. Os voos de volta para a Alemanha desses viajantes não seria possível de outra maneira [sem o empréstimo]", disseram os ministérios da Economia e dos Transportes em comunicado conjunto.

No ano passado, a Air Berlin registrou um prejuízo de cerca de 782 milhões de euros, e a empresa acumula dívidas que somam quase 1,2 bilhão de euros.

A Etihad Airways decidiu revogar a ajuda financeira à companhia alemã por não ver "perspectivas positivas". A companhia dos Emirados Árabes Unidos, que detém 29,2% das ações da Air Berlin, disse que a falência foi uma decepção após seis anos de apoio financeiro.

A Etihad argumenta que os negócios da empresa alemã "se deterioraram num ritmo sem precedentes, impedindo que ela superasse desafios significativos e implementasse soluções estratégicas alternativas". A companhia árabe afirmou estar aberta a buscar uma solução comercialmente viável para todas as partes.

A maior companhia aérea da Alemanha, a Lufthansa, está agora em negociação com a Air Berlin para adquirir uma parcela de suas operações como parte de um plano de reestruturação. Em dezembro, a Eurowings, subsidiária d Lufthansa, e a Austrian Airlines chegaram a um acordo para alugar 38 aviões da Air Berlin.

A Air Berlin foi fundada em 1978 e cresceu com o boom das companhias aéreas de baixo custo e com voos de Berlim a Maiorca, na Espanha – popular destino entre turistas alemães.

LPF/dpa/rtr/ap

Leia mais