Aeroporto de Hamburgo inicia teste com polêmico escaneador de corpos | Notícias sobre política, economia e sociedade da Alemanha | DW | 27.09.2010
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Aeroporto de Hamburgo inicia teste com polêmico escaneador de corpos

Fase experimental do aparelho que visa a aumentar segurança no espaço aéreo vai durar seis meses. Durante este período, passageiros poderão escolher se querem ou não ter sua imagem escaneada.

default

Aparelho não mostra detalhes específicos do corpo

Seguindo a determinação do ministro alemão do Interior, Thomas de Maizière, a partir desta segunda-feira (27/09) o aeroporto de Hamburgo colocou em teste dois escaneadores de corpos.

Durante o período de avaliação – previsto para durar seis meses –, será facultativo aos passageiros o uso dos escaneadores, capazes de detectar materiais explosivos e armas.

Quem não quiser passar pelo aparelho, poderá usar o convencional detector de metais. Já os usuários que tiverem seus corpos escaneados poderão manifestar sua opinião sobre o sistema.

Para o ministro do Interior, esta é uma ferramenta para melhorar a segurança nos aeroportos alemães. "O teste com esse aparelho tornou-se possível porque temos a garantia de que ele respeita três requisitos básicos: é inofensivo à saúde, preserva os direitos pessoais e aumenta a segurança na aviação", afirma De Maizière.

Como funciona a tecnologia

O escaneador precisa de apenas dois segundos para fazer a análise do passageiro, tempo suficiente para identificar a existência de armas ou explosivos. Os objetos suspeitos são mostrados na tela através de um ponto vermelho, o que facilita a revista dos funcionários de segurança. Quando não há suspeita, aparece apenas um "OK" no monitor.

Apesar da polêmica sobre uma possível violação da privacidade dos passageiros, o tipo de equipamento escolhido, assegura o ministro, não identifica os contornos e detalhes das pessoas checadas. Após o controle de segurança, as imagens reveladas pelo escaneador são imediatamente apagadas – não haverá armazenamento de dados desse tipo.

O aeroporto de Hamburgo é o quinto maior da Alemanha: em 2009, 12 milhões de passageiros passaram por seus terminais. Não se sabe ainda se todos os aeroportos do país receberão a mesma tecnologia – tudo vai depender dos resultados dos testes em Hamburgo.

MDA/dapd/dpa/afp
Revisão: Roselaine Wandscheer

Leia mais