200 mil flores secas em instalação na Itália | Cultura europeia, dos clássicos da arte a novas tendências | DW | 10.07.2020

Conheça a nova DW

Dê uma olhada exclusiva na versão beta da nova DW. Sua opinião nos ajudará a torná-la ainda melhor.

  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Cultura

200 mil flores secas em instalação na Itália

[Vídeo] Parma é a capital italiana da cultura de 2020, e a instalação "Florilegium", de Rebecca Louise Law, é uma das atrações.

Assistir ao vídeo 04:20

A arte floral de Rebecca Louise Law é reconhecida internacionalmente. Ela tem uma coleção de mais de um milhão de flores secas, que sempre utiliza mais de uma vez: "as flores são minha paleta de cores. Eu as desidrato e conservo. Nada vai para o lixo. O que os floristas normalmente descartam, para mim, é material." 

Cerca de 200 mil flores secas formam a instalação Florilegium, no antigo Oratório de São Tibúrcio, na cidade de Parma, que é capital italiana da cultura de 2020. A montagem foi realizada em fevereiro, mas a abertura teve que ser adiada devido à pandemia de covid-19. Atualmente, devido às regras de distanciamento social, apenas duas pessoas podem visitar a exposição de cada vez. 

A intenção de Rebecca era ter as flores de volta quando acabasse a exposição para reutilizá-las, como de costume. Porém, parece ter mudado de ideia. "Na verdade, sinto que essa obra de arte não me pertence mais. Além do fato de que são 200 mil flores para desinstalar. Estamos conversando sobre deixar a instalação em Parma", informou a artista.