1946: Primeiros pacotes da Care chegam à Alemanha | Fatos que marcaram o dia | DW | 16.08.2012
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages
Publicidade

Calendário Histórico

1946: Primeiros pacotes da Care chegam à Alemanha

Em 16 de agosto de 1946 chegaram à Alemanha, então destruída pela Segunda Guerra, os primeiros pacotes com gêneros alimentícios enviados pela Care, organização humanitária fundada nos EUA para ajudar os europeus.

"Pacotes contendo gêneros alimentícios e destinados à Europa estão sendo embarcados no porto de Nova York", noticiavam as rádios em agosto de 1946. "Cada um tem o valor de 15 dólares e fornece os víveres básicos para uma pessoa por três a quatro semanas."

A campanha fora organizada pela Care (então Cooperative for American Remittances to Europe, atual Cooperative for Assistance and Relief Everywhere), formada por 22 organizações de ajuda humanitária privadas ou ligadas a Igrejas. Seus representantes haviam visitado a Europa destruída pela guerra e chegado à conclusão de que havia necessidade urgente de ajuda.

As primeiras caixas foram enviadas à França, mas logo a Alemanha se tornou o principal alvo da ajuda. Em 16 de agosto de 1946 aportou em Bremen o primeiro navio contendo remessas de alimentos doados por americanos.

Cada pacote continha inicialmentea ração de um soldado para dez dias e era acompanhado de uma etiqueta com o endereço de um remetente, uma pessoa que houvesse enviado uma doação à entidade. Quem o recebesse, por sua vez, assinava um recibo, o que garantia que pouco se perdesse ou fosse desviado para o mercado negro.

As igrejas Católica e Evangélica encarregavam-se da distribuição dos pacotes na Alemanha, primeiro na zona de ocupação americana, depois também na britânica e na francesa. O Leste, sob ocupação soviética, ficou de fora.

Mais que uma cesta básica

Carne, gordura, farinha, mel, uvas passas, café, leite em pó, chocolate, sabonete e até cigarros compunham os pacotes, cujo conteúdo foi mudando com o passar do tempo. Até 1962, a Care enviou 86 milhões de caixas para a Alemanha, mas beneficiou também a Grécia, a Áustria, o Reino Unido, a França e muitos outros países europeus.

A Care não foi a única entidade a ajudar os alemães que passavam necessidade no pós-Guerra. A Suíça, o Reino Unido, o Vaticano, o Brasil, a Espanha, bem como numerosas organizações de ajuda humanitária privadas ou mantidas pelas Igrejas forneceram à Alemanha depois de 1945 cerca de 600 mil toneladas de alimentos e outras mercadorias.

Em retribuição, os alemães fundaram em 1981 a Care Deutschland, com a finalidade de enviar auxílio aos necessitados de todas as partes do mundo.