1926: Berlim inaugura Torre de Radiodifusão | Os acontecimentos que marcaram o dia de hoje na História | DW | 03.09.2016
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Calendário Histórico

1926: Berlim inaugura Torre de Radiodifusão

Por ocasião da terceira edição da Feira de Radiodifusão, Berlim inaugurou, em 3 de setembro de 1926, a torre de radiodifusão, um dos símbolos da capital alemã.

A torre de radiodifusão, uma obra de Heinrich Straumer iniciada em 1924, foi construída com 400 toneladas de aço. Semelhante à torre Eifel, de Paris, a construção berlinense tem 150 metros de altura (incluindo as antenas).

Além da plataforma para visitantes, localizada a 138 metros de altura, a torre conta com um restaurante de dois andares, a 55 metros de altura. Uma de suas peculiaridades são as bases, apoiadas em blocos de porcelana de 30 centímetros de diâmetro.

Localizada no bairro de Charlottenburg-Wilmersdorf, a torre tem como vizinhos o parque de exposições da capital alemã e o Centro Internacional para Congressos (ICC). Seriamente destruída durante a Segunda Guerra Mundial, a torre foi reaberta em 1951, depois de uma restauração completa.

Mais do que uma atração turística

Os tempos de glória da torre de radiodifusão foram a primeira metade do século passado. Em 1929, ela irradiou as primeiras imagens de televisão, durante a Exposição de Radiodifusão de Berlim. Hoje em dia, serve de base para antenas de transmissão.

Embora com a inauguração, em 1969, da Torre da Televisão (Fernsehturm), de 365 metros de altura, na praça Alexanderplatz, a Torre de Radiodifusão tenha sido ultrapassada em altura, ela continua sendo um ponto turístico da cidade.

Sua cor cinza, mostrada durante o dia, é substituída com o anoitecer, quando a torre iluminada torna-se uma das atrações da noite berlinense. Outro detalhe que chama a atenção dos visitantes é a velocidade do minúsculo elevador que transporta os turistas à plataforma panorâmica: 4 m/s.