Sudão do Sul e grupo rebelde assinam cessar-fogo | Internacional – Alemanha, Europa, África | DW | 14.10.2020

Conheça a nova DW

Dê uma vista de olhos exclusiva à versão beta da nova página da DW. Com a sua opinião pode ajudar-nos a melhorar ainda mais a oferta da DW.

  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Internacional

Sudão do Sul e grupo rebelde assinam cessar-fogo

Governo do Sudão do Sul e rebeldes da Frente Nacional da Salvação anunciaram, em Roma, a assinatura de um acordo de cessar-fogo.

As negociações realizaram-se na capital italiana sob os auspícios da Comunidade de Sant'Egídio, refere a agência de notícias France-Presse.

"Hoje conseguimos reconstruir a confiança entre as partes [...] As reuniões organizadas em Roma tiveram um resultado muito importante", disse o secretário-geral de Sant'Egídio, Paolo Impagliazzo, numa conferência de imprensa conjunta com representantes de Governo sul-sudanês e da Frente Nacional da Salvação (NAS), referindo-se ao empenho dos envolvidos no cumprimento de um cessar-fogo.

Presentes na conferência de imprensa estiveram também Barnaba Marial Benjamin, em representação do executivo, e Thomas Cirillo Swaka, antigo general e líder do NAS.

Os confrontos entre o Exército do Sudão do Sul e as tropas do NAS, grupo que não assinou o acordo de paz de setembro de 2018, ocorrem com regularidade no sul do país.

Impagliazzo sublinhou que a decisão de organizar uma reunião entre "os comandantes militares dos dois campos" para que "os soldados conversem entre si e respeitem o cessar-fogo".

De acordo com a Comunidade de Sant'Egídio, foi decidido também, através de uma declaração de princípios, a realização de uma nova reunião, em novembro, onde serão debatidos vários temas, incluindo "o federalismo", "a Constituição" e "a reforma do setor da segurança".

Leia mais