RDC: Inundações deixam 25 mortos | Internacional – Alemanha, Europa, África | DW | 24.11.2019
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Internacional

RDC: Inundações deixam 25 mortos

Dezenas de pessoas morreram devido a inundações na República Democrática do Congo. O rio Congo e seus afluentes transbordaram devido às chuvas intensas, este sábado (23.11). Milhares estão desalojados.

Vinte e cinco pessoas terão morrido devido a enchentes na província do Equador, no noroeste do país, na fronteira com o Congo-Brazzaville, informou a imprensa congolesa.

"Declaramos que a província do Equador está atingida por um desastre", disse o ministro provincial do Interior, Jean Julie Mwamolanda, ao site de notícias "news.cd”.

Um porta-voz da organização católica de ajuda humanitária Cáritas, na RDC, disse que "as autoridades locais registraram dez mortes na província de Ubangi do Norte".

Mais de 180 mil pessoas necessitam de ajuda humanitária na região norte da RDC que faz fronteira com a República Centro-Africana, também atingida por chuvas e inundações no mês passado.

As enchentes "abrem a porta [também] a doenças", acrescentou Guy-Marin Kamandji, da Cáritas.

Enchentes na região

Dezenas de milhares de pessoas também foram afetadas na província vizinha, Ubangi do Sul, na qual o rio Oubangui corre entre a RDC e a República Centro-Africana.

Do outro lado do rio Congo, pelo menos 50 mil pessoas foram afectadas pelas chuvas que levaram o Governo do Congo Brazzaville a declarar o estado de emergência.

O jornal "Les Depeches”, de Brazzaville, relatou três mortos na passada quinta-feira (21.11).

Na sexta-feira (22.11), os residentes também relataram uma dúzia de mortes na província de Kasai, no sudoeste da RDC.

Fortes chuvas e deslizamentos de terra também mataram dezenas de pessoas no Quênia em meio a semanas de chuvas em toda a região da África Oriental.

Leia mais