RDC: Epidemia de ébola já fez mais de 700 mortos | Internacional – Alemanha, Europa, África | DW | 06.04.2019
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Internacional

RDC: Epidemia de ébola já fez mais de 700 mortos

Só nas últimas três semanas, morreram cem pessoas. O surto de ébola, na província de Kivu Norte, foi decretado a 1 de agosto.

As autoridades congolesas anunciaram, esta sexta-feira (05.04),  que desde o início da epidemia do ébola no país, no verão passado, já foram contabilizados mais de 1.100 casos da doença, sendo 1.051 confirmados e 66 prováveis.

Os dados do Ministério da Saúde da República Democrática do Congo indicam também que o número de mortes na sequência da epidemia subiu para 702.

A epidemia do vírus ébola foi decretada no país a 1 de agosto de 2018 em Mangina, na província de Kivu Norte. Em janeiro deste ano, a Organização Mundial da Saúde anunciou que o surto estaria contido, no entanto, só na última semana de março foram confirmados 72 novos casos da doença.

Esta é a segunda epidemia de ébola mais virulenta da história, depois de matar mais de 11 mil pessoas na África Ocidental (Guiné, Libéria, Serra Leoa) em 2014.

A epidemia atual apresenta uma complexidade singular, pois atinge uma região afetada pela violência das milícias armadas contra civis, numa situação que dificulta a resposta das organizações de saúde.

Este vírus transmite-se através de fluidos corporais infetados (tais como sangue, urina, fezes, sémen) e pode provocar diarreia, vómitos e febre hemorrágica. 

Assistir ao vídeo 02:31

Saúde em África: Como se pode proteger do ébola

Leia mais

Áudios e vídeos relacionados