Parcerias Público-Privadas - parte 3: a plantação de cacau biológico na Nicarágua e a empresa alemã de chocolate ″Ritter Sport″ | Internacional – Alemanha, Europa, África | DW | 21.02.2011
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Internacional

Parcerias Público-Privadas - parte 3: a plantação de cacau biológico na Nicarágua e a empresa alemã de chocolate "Ritter Sport"

A Nicarágua é marcada pela pobreza e pela destruição do meio ambiente. Entre as pessoas, que querem mudar esta situação, está o fabricante de chocolate alemão Alfred Ritter. Ele apoia a produção de cacau biológico.

Miguel Malespin, do DED, mostra aos agricultores da cooperativa Nueva Waslala uma forma de aumentar a produtividade através de um bom corte dos cacaueiros

Miguel Malespin, do DED, mostra aos agricultores da cooperativa Nueva Waslala uma forma de aumentar a produtividade através de um bom corte dos cacaueiros

Kakao Nicaragua Ritter Sport Schokolade

Controlo de qualidade dos grãos de cacau em Matagalpa, na Nicarágua

Desde a vitória da esquerda sandinista sobre o ditador Somoza no final dos anos 70, fluem para a região ajuda humanitária e dinheiro. No entanto, a Nicarágua é o segundo país mais pobre da América Central. Quase metade dos cerca de 6 milhões de habitantes vive com menos de um dólar por dia.

São várias as opiniões sobre como o país se pode desenvolver. As parcerias público-privadas parecem ser uma via prometedora - projectos como o da empresa alemã de chocolate "Ritter Sport" em colaboração com o Serviço Alemão de Cooperação Técnica e Social, DED (que desde o início de 2011 faz parte da nova agência alemã de cooperação internacional GIZ), e com a organização não-governamental nicaraguana Addac.

Um programa de Insa Wrede apresentado por Guilherme Correia da Silva.