Parcerias Público-Privadas - parte 2: projecto ″Cotton Made in Africa - Algodão feito em África″ no Benin | Internacional – Alemanha, Europa, África | DW | 18.02.2011
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Internacional

Parcerias Público-Privadas - parte 2: projecto "Cotton Made in Africa - Algodão feito em África" no Benin

O projecto "Cotton made in Africa - Algodão feito em África", tenta melhorar as condições de vida dos cultivadores de algodão no Benin, desde 2005.

Campo de o algodão - o primeiro produto de exportação no Benin

Campo de o algodão - o primeiro produto de exportação no Benin

Bildreihe DPA China Xinjiang

Quase toda a produção de algodão no Benin vai para a exportação, principalmente para a China

Benin, um pequeno país na África Ocidental que fica entre o Togo e a Nigéria. O Ministério dos Negócios Estrangeiros da Alemanha coloca-o entre os mais pobres do mundo. A maior parte das pessoas pratica agricultura, sobretudo o cultivo de algodão mas não conseguem viver desse negócio.

O algodão é o mais importante produto de exportação do Benin. Corresponde a 60% do volume das exportações e a 14 % do Produto Interno Bruto do país. Mas a situação precária dos agricultores contradiz o significado do algodão para a economia do Benin.

A "Cotton made in Africa" é um programa que implica um padrão de produção obrigatória e, ao mesmo tempo, procura qualificar os agricultores. Aos fundadores da organização pertence a "Aid by Trade", uma associação do grupo Otto da cidade alemã de Hamburgo. O seu objectivo é ligar os agricultores africanos ao mercado ocidental. E não só ao mercado de produtos biológicos ou comércio justo, mas sim ao mercado global.

Um programa da autoria de Andreas Becker, apresentado por Carla Fernandes.

Áudios e vídeos relacionados