Nigéria recebe quatro milhões de doses de vacinas dos EUA | NOTÍCIAS | DW | 01.08.2021

Conheça a nova DW

Dê uma vista de olhos exclusiva à versão beta da nova página da DW. Com a sua opinião pode ajudar-nos a melhorar ainda mais a oferta da DW.

  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

NOTÍCIAS

Nigéria recebe quatro milhões de doses de vacinas dos EUA

A Nigéria recebeu quatro milhões de doses da vacina Moderna Covid-19 dos Estados Unidos hoje (01.08). Ministro alemão do Desenvolvimento também defende mais vacinas aos países em desenvolvimento.

Nigeria Covid-19 Impfung in Abuja | Dr. Cyprian Ngong

O primeiro médico vacinado na Nigéria (foto de arquivo).

A Nigéria recebeu quatro milhões de doses da vacina Moderna contra a Covid-19 dos Estados Unidos neste domingo, à medida que esta nação da África Ocidental intensifica os seus esforços para combater uma terceira vaga de infecções.

As doses, que vieram em dois aviões, foram recebidas por funcionários da agência da ONU para a infância UNICEF em nome da Nigéria no aeroporto da capital Abuja, disse um repórter de vídeo da AFP no local.

Foi o segundo lote de vacinas a chegar à nação mais populosa de África, depois de quatro milhões de doses terem sido entregues em março ao abrigo da iniciativa Covax.

Infographic COVID-19 New Cases Per Capita – 2021-07-28 – Africa - Portuguese (Africa)

Distribuição equitativa de vacinas

A iniciativa Covax foi criada para assegurar a distribuição equitativa de vacinas, particularmente a países de baixos rendimentos, e já forneceu mais de 80 milhões de doses a 129 territórios.

A Nigéria - lar de cerca de 210 milhões de pessoas - utilizou as quatro milhões de doses da vacina AstraZeneca recebidas em março para iniciar o seu programa de vacinação a nível nacional.

Os especialistas receiam que a variante altamente contagiosa do Delta possa representar outro revés na distribuição da vacina - se os países mais ricos começarem a necessitar de doses de reforço para as pessoas totalmente vacinadas, isso poderá atrasar os envios das doses urgentemente necessárias para as nações em desenvolvimento.

Togo Gerd Müller Entwicklungsminister zu Besuch

O ministro Alemão do Desenvolvimento, Gerd Müller, em África, em abril deste ano (foto de arquivo).

Países em desenvolvimento

Também o ministro alemão do Desenvolvimento, Gerd Müller, apela para que mais vacinas sejam doadas aos países em desenvolvimento.

Segundo ele, é a forma mais rápida de fazer avançar a campanha global de vacinação. Ao mesmo tempo, ele recordou o compromisso do Governo alemão de fornecer pelo menos 30 milhões de doses de vacinas aos países mais pobres até ao final do ano.

O coronavírus já matou 2.149 pessoas e infectou quase 174 mil na Nigéria, mas acredita-se que os números reais sejam muito mais elevados, em parte devido às baixas taxas de testes.

No mês passado, o Centro de Controlo de Doenças da Nigéria afirmou ter detectado a variante Delta, colocando os funcionários em alerta para uma terceira vaga de infecções no país.

Em junho, a o país proibiu a entrada no país a passageiros que não sejam cidadãos ou residentes permanentes, caso tenham estado na África do Sul nos últimos 14 dias.

A decisão seguiu-se a restrições semelhantes impostas aos viajantes provenientes do Brasil, Índia e Turquia.

Assistir ao vídeo 01:13

O escultor da Covid-19 do Zimbabué

Leia mais