Nigéria: Libertados 344 estudantes raptados pelo Boko Haram | Internacional – Alemanha, Europa, África | DW | 18.12.2020

Conheça a nova DW

Dê uma vista de olhos exclusiva à versão beta da nova página da DW. Com a sua opinião pode ajudar-nos a melhorar ainda mais a oferta da DW.

  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Internacional

Nigéria: Libertados 344 estudantes raptados pelo Boko Haram

Os alunos sequestrados há uma semana de um liceu por terroristas foram encontrados num bosque num estado vizinho a Kankara. "É um grande alívio para todo o país", disse o Presidente Muhammadu Buhari.

Estudantes raptados pelo Boko Haram na Nigéria

Imagens de vídeo mostra estudantes raptados numa mata

As autoridades da Nigéria anunciaram esta sexta-feira (18.12) que pelo menos344 estudantes raptados em 11 de dezembro por terroristas do grupo Boko Haram foram libertados.

O governador de Katsina, Aminu Masari, disse que os alunos foram encontrados esta quinta-feira (17.12) num bosque em Tsafe, no vizinho estado de Zamfara.

Assistir ao vídeo 02:56

Nigéria: Como reintegrar ex-insurgentes do Boko Haram?

"Estamos muito felizes por anunciar o resgate dos rapazes de Kankara. Pelo menos 334 estão já com agências de segurança e serão levados para Katsina", afirmou o governador, numa mensagem difundida no Twitter. 

"Terão a atenção e os cuidados médicos adequados antes de se reunirem com as famílias", acrescentou Masari, sem adiantar pormenores sobre a libertação dos estudantes. 

Também no Twitter, o Presidente da Nigéria, Muhammadu Buhari, saudou "a libertação dos estudantes". "É um grande alívio para todo o país e para a comunidade internacional. Todo o país agradece o governador Masari, as agências de segurança, o exército e a polícia", acrescentou. 

Ataque ao liceu

O grupo fundamentalista Boko Haram reivindicou o rapto dos alunos da Escola Secundária de Ciências, um colégio público masculino na cidade de Kankara, no estado de Katsina, ocorrido na passada sexta-feira (11.12).

Muitos estudantes conseguiram escapar do ataque, mas acredita-se que mais do que 344 estudantes foram raptados. Durante o rapto, havia mais de 800 alunos estavam na escola.

A libertação foi anunciada algumas horas depois de o Boko Haram ter difundido um vídeo que mostra alegadamente mais de 300 estudantes raptados. "Fomos capturados pelo grupo de Abubakar Shekau [líder do Boko Haram]. Alguns de nós foram assassinados", afirmou, no vídeo, um estudante em inglês e em hausa, o idioma falado no norte da Nigéria.

Em 2014, 276 raparigas de um colégio interno em Chibok, no noreste da Nigéria, foram raptadas pelo Boko Haram. Até hoje, desconhece-se o paradeiro de pelo menos 112 raparigas. 

Assistir ao vídeo 01:35

Gangues aterrorizam famílias nas zonas rurais da Nigéria

Leia mais