Morreu Kobe Bryant, uma lenda da NBA | Internacional – Alemanha, Europa, África | DW | 27.01.2020
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Internacional

Morreu Kobe Bryant, uma lenda da NBA

Um dos maiores símbolos do basquetebol norte-americano e do desporto mundial faleceu com 41 anos, juntamente com a filha de 13 anos, vítimas de um acidente de helicóptero.

Kobe Bryant fez 1.566 jogos com a camisola dos Lakers - e 33.643 pontos

Kobe Bryant fez 1.566 jogos com a camisola dos Lakers - e 33.643 pontos

O relógio batia as 10 horas da manhã em Calabasas, Califórnia (19h00 em Luanda e 20h00 em Maputo), quando as autoridades locais receberam chamadas de emergência de pessoas que viram um helicóptero cair e incendiar-se. Lá dentro iam nove pessoas - nenhuma sobreviveu - entre as quais, Kobe Bryant, lenda da NBA, e uma das quatro filhas do ex-jogador, de apenas 13 anos.

Kobe Bryant deixa a mulher, Vanessa Bryant, com quem era casado desde 2001, e três filhas - a mais nova nasceu em junho, há menos de um ano.

A causa da queda do helicóptero está a ser investigada. No entanto, o site norte-americano TMZ, conhecido por notícias de celebridades, partilhou relatos de testemunhas oculares, que revelaram terem ouvido o motor do helicóptero falhar, antes da queda que viria a revelar-se fatal.

"Morreu o Rei"

As reações à morte de Kobe Bryant chegam um pouco de todo o mundo e de todas as áreas sociais.

Do futebol, Cristiano Ronaldo, através das redes sociais, partilhou uma foto de Bryant com a legenda: "Uma verdadeira lenda e inspiração para muitos." No mundo da música, nomes como o de Snoop Dog também reagiram com tristeza à morte do antigo jogador, afirmando que Kobe "sempre foi e sempre será o Rei".

BG Kobe Bryant | Kobe mit seiner Tochter Gianna (2019)

Kobe Bryant com a filha de 13 anos, Gianna

De Hollywood, Kevin Hart, amigo próximo do antigo jogador, mostrou-se incrédulo ao revelar que "isto não faz sentido, ainda há pouco tempo estivemos juntos", prestando condolências à família de Bryant e a todos os que perderam a vida no acidente.

O Presidente Donald Trump também disse que se trata de uma notícia "terrível", que coloca os Estados Unidos da América em luto nacional.

Da NBA, são milhares os tributos de homenagem à maior estrela da história dos LA Lakers. Bruno Fernando, jogador angolano que atua na NBA, afirmou que "uma parte do jogo" e "do mundo, morreu" com a partida de Kobe Bryant.

Carreira

Cinco vezes campeão da NBA, Kobe Bryant é um nome incontornável do basquetebol norte-americano. Bryant completou os vinte anos de carreira profissional pelos Los Angeles Lakers, uma das melhores equipas do campeonato.

Bryant começou na NBA aos 17 anos. No "draft" (escolha de jogadores pelas equipas) de 1996, ficou em 13º lugar. Os "Charlotte Hornets" cederam, na altura, o jovem jogador aos "Los Angeles" Lakers, naquele que ficou conhecido como o maior erro estratégico da história dos "Hornets".

Na esperança de seguir as pegadas de Michael Jordan, que na época era a maior estrela do basquetebol norte-americano, Bryant viria a tornar-se no jogador mais bem pago do mundo.

USA - NBA: LeBron James & Kobe Bryant (Getty Images/H. How)

LeBron James (à esq.) e Kobe Bryant (dta.)

O museu pessoal do jogador é assombroso. Para além dos cinco títulos da NBA, foi considerado o jogador mais valioso da NBA em 2008 e foi campeão olímpico em duas ocasiões (2008 e 2012). Marcou também presença na partida "All Star Game" (em que participam os melhores jogadores) em 18 dos 20 anos de carreira.

Como a maioria dos grandes atletas, Bryant não passou ao lado de grandes polémicas. Em 2003, Bryant foi acusado de violar uma funcionária hoteleira. Ele negou a acusação, mas admitiu ter feito sexo com a mesma. A jovem acabou por chegar a acordo com o jogador e deixou cair o processo.

Último jogo

14 de abril de 2016. Com 60 pontos e uma vitória conquistada nos últimos segundos, Kobe Bryant escreveu, de forma brilhante, o último capítulo da sua história. O camisola 24 deixou a quadra do "Staples Center" sob aplausos, aos gritos de "Kobe, Kobe..." e ao som de "Simply The Best", sucesso da cantora norte-americana Tina Turner. Foi uma despedida inesquecível na vitória dos "Lakers", por 101 a 96, sobre o "Utah Jazz". 

Numa das últimas publicações nas redes sociais, Kobe Bryant deu os parabéns ao jogador LeBron James, por o ultrapassar na lista de melhores marcadores da história da NBA. No sábado (25.01), LeBron marcou o 33.655 ponto da carreira, superando os 33.643 pontos feitos pelo "black mamba".

USA Oscar-Verleihung 2018 | Best Animated Short Film Dear Basketball | Kobe Bryant

Bryant ganhou um Óscar em 2018

"Continua a levar o jogo para a frente", disse Bryant. "Muito respeito, irmão." 

Durante a carreira nos "Lakers", Bryant usou os números 8 e 24, no qual entrou para a eternidade do basquetebol. Depois de se reformar, a equipa do antigo jogador retirou esses números das camisolas.

Óscar

Em 2018, Kobe Bryant venceu o Óscar de Melhor Curta Metragem de Animação com "Dear Basketball".

O filme é produzido e narrado pelo próprio basquetebolista, que também é um dos criadores do guião, e foi realizado por Glen Keane.

Assistir ao vídeo 01:37

Basquetebol solidário em Moçambique

Leia mais