Moçambique recebe 26 milhões de euros da Alemanha para ajuda humanitária | Moçambique | DW | 27.07.2021

Conheça a nova DW

Dê uma vista de olhos exclusiva à versão beta da nova página da DW. Com a sua opinião pode ajudar-nos a melhorar ainda mais a oferta da DW.

  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Moçambique

Moçambique recebe 26 milhões de euros da Alemanha para ajuda humanitária

Piora da segurança em Cabo Delgado, crise humanitária e pandemia motivam iniciativa. Com estes fundos adicionais para Moçambique, Alemanha já contribui em 2021 duas vezes mais do que o acumulado dos últimos quatro anos.

Mosambik Cabo Delado | Kampagne | Hilfe für den Norden

Imagens da campanha de solidariedade ao norte de Moçambique

A Alemanha anunciou nesta terça-feira (27.07) a doação de 26 milhões de euros ao Programa Mundial para Alimentação (PMA) em Moçambique. A contribuição é feita em prol a uma resposta humanitária à piora da segurança em Cabo Delgado e todo norte de Moçambique, que já levou ao deslocamento de 732 mil pessoas.

No mês passado, o Governo dos Estados Unidos entregou 25 milhões de euros ao PAM para ajudar a combater a insegurança alimentar nas comunidades afetadas pela violência.

Segundo relatório da ONU divulgado em junho desse ano, "mais de 900 mil pessoas estão sob insegurança alimentar severa”. A fome é uma das consequências da presença de grupos armados na região desde 2017. Muitos dos ataques são reclamados pelo grupo jihadista Estado Islâmico.

Duas vezes mais

Com estes fundos adicionais para Moçambique, Alemanha já contribui em 2021 duas vezes mais do que o acumulado dos últimos quatro anos. Parte dos fundos recebidos pelo PMA também tem o intuito de garantir a segurança alimentar e contribuir para a diminuição dos impactos socioeconômicos causados pela pandemia de Covid-19.

"Sem o seu apoio e ação imediata, milhares de pessoas sofreriam de insegurança alimentar no Norte de Moçambique. A contribuição da Alemanha nos permite ajudar 298 mil pessoas afectadas pelo conflito no norte de Moçambique.” Explica Antonella D'Aprile, Representante e Directora Nacional do PMA em Moçambique.

Assistir ao vídeo 03:44

Atuns de Memba: Os jovens de Nampula que usam a música contra o terrorismo

Leia mais