Moçambique: Lentidão na divulgação dos resultados gera preocupação | Moçambique | DW | 12.10.2018
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Moçambique

Moçambique: Lentidão na divulgação dos resultados gera preocupação

Em Moçambique, quarenta e oito horas após quintas eleições autárquicas, eleitores continuam a aguardar com expetativa e algum nervosismo a conclusão da divulgação a nível central dos resultados provisórios do escrutínio.

O Secretariado Técnico de Administração Eleitoral (STAE) parou de publicar os resultados de apuramento provisório na manhã  seguinte às eleições, sem divulgar os resultados dos municípios mais disputados como Tete e Nampula. Contudo, o Boletim Processo Político em Mocambique-eleições 2018, publicado pelo Centro de Integridade Pública (CIP) continua a divulgar os resultados atualizados a partir dos correspondentes baseados nos 53 municípios e que obtêm resultados das Comissões locais de Eleições.

A fonte refere que com base nos resultados oficiais mais recentes, está confirmada a vitória da RENAMO em Nacala e Quelimane.

A FRELIMO ganhou Dondo e Pemba.

Ainda de acordo com o boletim, um edital de apuramento intermédio da comissão distrital de eleições da Matola, entretanto não confirmado por este órgão, atribuiu vitória muito apertada à FRELIMO, com 48.15% votos contra 47.46% da RENAMO e 4.13% do MDM.

Divulgação dos resultados amanhã?

Já na cidade da Matola, o STAE promete para amanhã (13.10) a divulgação dos resultados, embora a RENAMO já tenha anunciado a sua vitória com 48.85% dos votos contra 46.86% da FRELIMO.

A lentidão que se regista na divulgação dos resultados provisórios das eleições autárquicas da última quarta-feira (10.10) está a gerar criticas por parte de vários observadores do processo eleitoral, nas redes sociais e não só.

Sala da PAZ apela à celeridade

A plataforma da sociedade civil Sala da Paz apela a celeridade e a transparência na divulgação dos resultados, defendendo que a demora na disponibilização da informação aos eleitores pode criar um desconforto e uma desconfiança e tornar o processo pouco credível.

O Reverendo Albino Mussuei e membro da plataforma Sala da Paz disse que "estamos profundamente preocupados com a lentidão. À semelhança de alguns municípios onde há uma rapidez na informação aconselhamos que todos os municípios sejam assim.

Ouvir o áudio 02:05
Ao vivo agora
02:05 min

Moçambique: Lentidão na divulgação dos resultados gera preocupação

Albino Mussuei disse a DW África que para além desta lentidão "está aliada a questão da contradição das informações que os órgãos de administração eleitoral estão a veicular ao nível público que já está a criar um desconforto popular. Daí que já se fala de manifestações. Isso já é perigoso. Porque de manhã dizem uma coisa e à tarde dizem outra".

Mussei cita como exemplos informações contraditórias sobre resultados em Angoche e Alto Molocue e apela aos órgãos de administração eleitoral que sejam coerentes nas informações que dão ao público.

A Comissão Distrital de Eleições de Monapo publicou resultados de apuramento intermédio, resultado que atribui vitória à FRELIMO, uma reviravolta em relação aos resultados de apuramento provisório disponíveis na página web da CNE e do STAE, que dão vitória à RENAMO.

Assistir ao vídeo 01:13
Ao vivo agora
01:13 min

FRELIMO desmente vitória da RENAMO em Tete

A RENAMO contesta os resultados e diz que tem cópias de editais que confirmam a sua vitória mas a Comissão distrital de eleições local não as reconhecem.

MISA estranha lentidão

O MISA-Moçambique, uma organização de defesa da liberdade de imprensa também estranhou a lentidão que se regista na divulgação dos resultados.

Segundo o diretor do MISA-Mocambique, Ernesto Nhanale, o fechamento não é bom porque está a gerar muita especulação.

Nhanale denunciou igualmente o caso de um jornalista que foi ameaçado em Montepuez porque antecipou a divulgação dos resultados que compilou a partir dos editais oficiais recolhidos junto das mesas de Assembleias de voto.

Leia mais

Áudios e vídeos relacionados