Moçambique e São Tomé e Príncipe assinam acordo de isenção de vistos | NOTÍCIAS | DW | 27.06.2022

Conheça a nova DW

Dê uma vista de olhos exclusiva à versão beta da nova página da DW. Com a sua opinião pode ajudar-nos a melhorar ainda mais a oferta da DW.

  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

NOTÍCIAS

Moçambique e São Tomé e Príncipe assinam acordo de isenção de vistos

Acordo sobre isenção de vistos para todos os passaportes foi assinado em Maputo pelas chefes da diplomacia dos dois países.

A ministra dos Negócios Estrangeiros e Cooperação de Moçambique, Verónica Macamo, afirmou que o acordo vai dinamizar a cooperação económica e os laços entre os povos de Moçambique e São Tomé e Príncipe.

"A supressão de vistos poderá atrair mais investimento e vai impulsionar não só o relacionamento entre familiares e amigos, mas também vai impulsionar o turismo, trocas comerciais e investimentos nos dois países", declarou Macamo esta segunda-feira (27.06).

A ministra dos Negócios Estrangeiros e Cooperação de São Tomé e Príncipe afirmou que o entendimento vai dinamizar os laços económicos e afetivos entre as populações dos dois países.

"Este é um ato simbólico, porque o que nos une tem natureza histórica e consanguinidade. O acordo vai aproximar ainda mais os dois países, potenciar o turismo de forma mais célere e menos burocrática", frisou Edite Jua.

Moçambique e São Tomé e Príncipe fazem parte dos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP) e da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), com um passado comum de colonização por Portugal.

Moçambique e São Tomé e Príncipe têm descendentes de migrantes oriundos de ambos os países, que resultaram da política de desterro que as autoridades coloniais portuguesas praticavam.

Sky boy: A aeronave 'made in' Uganda

Leia mais