Moçambique e Índia estudam cooperação na Defesa e segurança marítima | Moçambique | DW | 30.11.2019
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Moçambique

Moçambique e Índia estudam cooperação na Defesa e segurança marítima

Moçambique e Índia assinaram um memorando sobre segurança marítima e estudaram formas de estreitar cooperação, na sequência da visita do ministro da Defesa moçambicano ao país asiático, anunciou o Governo, em Maputo.

Piraterie in Südostasien (Risk Intelligence/Karsten von Hoesslin)

Foto ilustrativa do Oceano Índico

"A visita tinha como objetivo proceder à assinatura de um memorando sobre Segurança Marítima na Zona Económica e Exclusiva de Moçambique e passar em revista a situação de segurança prevalecente nos dois países", lê-se em comunicado do Ministério da Defesa difundido na sexta-feira (29.11)

Atanásio Salvador M'tumuke termina este sábado (30.11) a visita à Índia, a convite do seu homólogo Raksha Mantri, que, por sua vez, tinha visitado Maputo em julho.

Na altura, o governante indiano ofereceu ajuda a Moçambique para combater grupos armados que atacam a província de Cabo Delgado, Norte do país, desde outubro de 2017.

No comunicado, o Ministério da Defesa moçambicano não detalhou os temas em discussão entre os dois governantes. Raksha Mantri publicou na rede social Twitter fotos do encontro entre ambos, referindo que discutiram "formas de expandir a cooperação na área da Defesa entre a Índia e Moçambique".

Os dois ministros "reiteraram o compromisso de fortalecer o relacionamento bilateral de Defesa entre os dois países", acrescentou depois um comunicado do ministério indiano.

 A delegação moçambicana visitou também duas empresas: a Bharat Electronics e a Hindustan Aeronautics, em Bangalore, detalhou o documento.

O ministro das Relações Exteriores indiano, Subrahmanyam Jaishankar, também recebeu Atanásio M'tumuke e publicou igualmente no Twitter fotos do encontro em que felicitou a vitória do Presidente Filipe Nyusi nas eleições de 15 de outubro.

O ministro indiano disse ter havido "boas discussões" sobre as "relações profundas e diversificadas, especialmente a cooperação em Defesa e desenvolvimento".

Leia mais