Moçambique: Dois mortos em ataques em Cabo Delgado | Moçambique | DW | 04.12.2019
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Moçambique

Moçambique: Dois mortos em ataques em Cabo Delgado

Duas pessoas morreram, na terça-feira, em ataques na estrada principal que liga Mocímboa da Praia a Palma, norte de Moçambique, a poucos quilómetros das obras dos megaprojetos de gás natural, relatam fontes locais.

De acordo com testemunhos, um grupo desconhecido abriu fogo pelas 14:00 locais (menos duas horas em Lisboa) contra duas viaturas na aldeia de Matapata, tendo atingido mortalmente uma pessoa e ferido outra, de nacionalidade sul africana.

"O primeiro carro foi atingido, mas não parou. Mas um dos ocupantes foi baleado mortalmente. O corpo da vítima está aqui na casa mortuária [da vila de Palma]. O segundo carro, que pertencia a uma empresa, foi atingido e um sul africano foi ferido", descreveu uma fonte à agência de notícias Lusa.

Assistir ao vídeo 01:34

Pemba quer paz

Um dos ocupantes da primeira viatura atacada tinha sido visto a trocar dinheiro minutos antes de iniciar viagem em Mocímboa da Praia.

A segunda vítima mortal foi abatida quando seguia a pé na mesma estrada, tendo os agressores avisado um acompanhante que de seguida iriam atacar a aldeia de Matapata, acrescentou a fonte.

A região de Cabo Delgado vê-se a braços com ataques de grupos armados desde outubro de 2017, após anos de atritos entre muçulmanos de diferentes origens, com a violência a eclodir em mesquitas radicalizadas.

Pelo menos 300 pessoas já morreram, segundo números oficiais e da população, e 60.000 residentes foram afetados, muitos obrigados a deslocar-se para outros locais em busca de segurança, segundo as Nações Unidas.

Leia mais

Áudios e vídeos relacionados