Mali: Em curso investigação ao ataque contra Presidente interino | NOTÍCIAS | DW | 21.07.2021

Conheça a nova DW

Dê uma vista de olhos exclusiva à versão beta da nova página da DW. Com a sua opinião pode ajudar-nos a melhorar ainda mais a oferta da DW.

  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

NOTÍCIAS

Mali: Em curso investigação ao ataque contra Presidente interino

No Mali, as autoridades informam que os atacantes do Presidente interino estão detidos. E estão em curso investigações para se apurar as causas do ataque de ontem, em Bamako, durante as celebrações do Eid al-Adha.

Mali Oberst Assimi Goita, neuer Übergangspräsident

Assimi Goita, Presidente interino do Mali

O presidente interino do Mali, Assimi Goita, saiu ileso de um ataque quando participava das celebrações do Eid al-Adha, a festa do sacrifício para os muçulmanos, nesta terça-feira (20.07), na Grande Mesquita, localizada na capital do país – Bamako.

De acordo com fontes locais, dois homens armados com uma faca e uma arma de fogo, aproximaram-se do estadista, Assimi Goita, enquanto um imã se dirigia para fora da mesquita, para um ritual de sacrifício de animais.

O cidadão Moussa Touré presenciou o momento exato, em que um homem tentou esfaquear Goita no pescoço e conta: "O atacante tinha uma camisa e calças pretas. Quando ele se aproximou, pensei que queria saudar o guarda-costas de Assimi Goita. Então ele aproximou-se com a faca e avançou em direção a Assimi".

Mali Bamako | Messerangriff auf Übergangspräsident | Assimi Goita

Supostos atacantes de Goita detidos

Goita considera ataque um incidente

Entretanto, o primeiro ministro do país, Choguel Maiga, diz que graças a intervenção das forças de segurança evitou-se o pior.

"O agressor foi rapidamente abordado pela segurança, a qual saúdo porque noutras circunstâncias, talvez tivesse ocorrido um desastre”, diz.

Horas depois do incidente, o Presidente Interino do Mali, disse à televisão estatal do país que estava bem. 

"Quero tranquilizar as pessoas e dizer que estou muito bem. Não estou ferido, e a situação está sob controlo”, garantiu Goita. 

Goita de 38 anos, que tomou posse em junho último como Presidente do Governo de transição no Mali, depois de liderar o segundo golpe de Estado do país em menos de um ano, considerou o ataque de Bamako de um incidente, porque no seu entender "quando se é líder, há sempre pessoas infelizes, que a qualquer momento podem tentar coisas para desestabilizar, para tentar ações isoladas”.

Mali Bamako | Messerangriff auf Übergangspräsident | Assimi Goita

Segurança de Assimi Goita escolta suposto atacante do dirigente

Investigação

"Mais uma vez, pedimos ao povo maliano e aos nossos parceiros de coesão para que juntos possamos fazer avançar este país", apela. 

Do ataque, segundo testemunhas, um guarda-costas de Assimi Goita ficou ferido.

As autoridades malianas informam que neste momento, os atacantes estão detidos, enquanto decorrem investigações para apurar as causas do ataque.

Esta tentativa de ataque ao Presidente Interino surge depois de a zona central do país ter vivido, recentemente, vários ataques jihadistas.

Assistir ao vídeo 03:12

Conflito no Mali: Dogon acham refúgio na sua terra ancestral

Leia mais