Liverpool bate Tottenham e vence Liga dos Campeões | Internacional – Alemanha, Europa, África | DW | 02.06.2019
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Internacional

Liverpool bate Tottenham e vence Liga dos Campeões

Equipa comandada pelo treinador alemão Jürgen Klopp consagrou-se campeã desta temporada ao marcar dois golos frente ao outro conjunto inglês. Com seis taças, Liverpool isola-se como o terceiro maior campeão da Liga.

O Liverpool encerrou o sábado (01.05) com o título da Liga dos Campeões, ao vencer o Tottenham por 2-0. O estádio Wanda Metropolitano, na capital espanhola Madrid, recebeu a final.

A final da Liga dos Campeões começou a ser decidida por um lance que aconteceu aos 23 segundos do primeiro tempo. A arbitragem marcou pênalti em toque de mão do francês Moussa Sissoko instantes após a saída de bola. O egípcio Mohamed Salah soltou uma bomba e abriu o marcador na cobrança, aos 2 minutos.

Nos instantes finais da etapa complementar, aos 43, foi a vez do belga Divock Origi marcar pela terceira vez na temporada, depois de ter anotado os dois golos que classificaram os 'Reds' nas semis, quando a equipe goleou o Barcelona por 4 a 0, no estádio Anfield Road.

Para a decisão de hoje, a grande atração nas duas equipes foi a presença dos comandantes de ataque, liberados pelos departamentos médicos e escalados pelos técnicos. Assim, o inglês Harry Kane, que não atuava desde 13 de abril, começou jogando pelo Tottenham; e Firmino, afastado desde 26 de abril, iniciou a partida no Liverpool.

Euforia do treinador alemão

O treinador alemão Jürgen Klopp, do Liverpool, não escondeu a euforia após a vitória da equipa que comanda. "Incrível. Foi muito intenso durante toda a temporada. Ganhamos, marcamos dois golos, tudo para essa torcida. Não tenho palavras", afirmou o treinador, em entrevista concedida ainda no relvado.

UEFA Champions League Finale | Tottenham Hotspur v FC Liverpool

Equipa celebra vitória com o treinador Jürgen Klopp

Klopp lembrou do retrospecto desde que assumiu os 'Reds', por ter saído sem a vitória nas finais anteriores que disputou, inclusive, na decisão da edição passada da Liga dos Campeões, na derrota para o Real Madrid, no Estádio Olímpico de Kiev, na Ucrânia.

"Para ser honesto, estive em sete finais e perdi todas. Eles sofreram muito mais do que eu", disse o alemão, se referindo aos torcedores do clube. O atual técnico do Liverpool já havia chegado à final da 'Champions' também na temporada 2012-2013, quando foi vice-campeão com o Borussia Dortmund, em derrota para o Bayern de Munique.

Vitórias do Liverpool

Esta foi a sexta vez na história que o clube fundado em 1892 conquistou a Liga dos Campeões. As taças anteriores foram erguidas em 1977, 1978, 1981, 1984 e 2005, a última, no chamado "Milagre de Istambul", com a reação histórica no duelo com o Milan. Encerra-se, assim, um jejum de 11 anos.

Estas vitórias deixam o clube atrás do Real Madrid, maior vencedor da Liga dos Campeões, com 13 conquistas, e do próprio Milan, que levou a melhor sete vezes. Bayern de Munique e Barcelona foram campeões cinco vezes, cada.

Esta foi a segunda continental protagonizada por dois ingleses em menos de uma semana, algo inédito no mesmo ano em competições organizadas pela Uefa. Há quatro dias, no Estádio Olímpico de Baku, no Azerbaijão, o Chelsea ergueu o troféu da Liga Europa, ao passar pelo Arsenal por 4 a 1.

Leia mais