Liga Europa: Atlético de Madrid e Marselha na final | Internacional – Alemanha, Europa, África | DW | 04.05.2018
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Internacional

Liga Europa: Atlético de Madrid e Marselha na final

"Colchoneros" eliminaram o Arsenal. Marselha sofreu e foi o português, Rolando, que nos últimos momentos do prolongamento, marcou o golo do apuramento, frente ao Salzburgo.

Atlético de Madrid x Olimpique de Marselha, 16 de Maio, em Lyon, França.

Atlético de Madrid x Olimpique de Marselha, 16 de Maio, em Lyon, França.

Atlético de Madrid e Marselha vão disputar a final da Liga Europa, a 16 de maio, em Lyon. Os espanhóis eliminaram o Arsenal, com um agregado de 2-1. Já o Marselha, perdeu na Áustria por 2-1, mas valeu a vitória em França por 2-0, na primeira-mão.

UEFA Europa League 2017/18 Halbfinale | Atletico Madrid vs. FC Arsenal | TOR Madrid

Diego Costa garantiu a vitória frente ao Arsenal.

Vitória à "Atleti"

Depois do empate em Londres, a uma bola, o Atlético de Madrid não podia perder, mas também não precisava de ganhar, desde que o empate fosse a nulo. Os "colchoneros" entraram bem na partida, mas só à beira do intervalo é que o "Atleti" conseguiu abrir o marcador, por intermédio de Diego Costa. O avançado de 29 anos, marcou o 2º golo em quatro jogos na competição. Na 2ª parte, o Atlético de Madrid procurou controlar o jogo, através de uma posse de bola mais pausada, e tentativa de bolas nas costas da "defesa alta" do Arsenal. Os "gunners" remataram mais, mas sem grande acerto na baliza de Jan Oblak.

Fußball Europa League Atletico Madrid - Arsenal

"El Chulo" Diego Simeone festeja a 5ª final em 6 anos pelo Atlético de Madrid.

5 finais em 6 anos

Exatamente. Leu bem. São cinco finais europeias em seis anos para Diego Simeone à frente do Atlético de Madrid. "El chulo" comanda a equipa da equipa espanhola desde 2011/2012. No ano de estreia, venceu a Liga Europa e a Supertaça Europeia. Depois, seguiram-se duas finais da Liga dos Campeões, em 2014 e 2016, ambas perdidas para o rival da capital espanhola, Real Madrid. Este ano, será a 2ª final da Liga Europa para Simone e a 3ª para o Atlético de Madrid, que venceu as duas finais que disputou (2010 e 2012).

 UEFA Europa League 2017/18 Halbfinale | Atletico Madrid vs. FC Arsenal | Arsene Wenger

Arsène Wenger vai sair do Arsenal, 22 anos depois.

O adeus europeu pelo Arsenal

Depois de anunciar a saída do comando dos "gunners", 22 anos depois de ter entrado no clube londrino, Arsène Wenger despediu-se das competições europeias, ao serviço do Arsenal. Depois de vários golos desperdiçados na primeira-mão, em Londres, os ingleses não conseguiram sequer, levar a eliminatória para prolongamento. Exibição cinzenta e sem critério ofensivo de uma equipa que, olhava para a Liga Europa, como uma janela de entrada para a Liga dos Campeões da próxima temporada. O sexto lugar na Liga Inglesa impossibilita uma vaga na "Champions" do próximo ano e a entrada direta na Liga Europa ainda não está garantida.

Arsène Wenger abanadona o Arsenal, ao fim de mais de duas décadas. Ao leme dos "gunners", o treinador francês conquistou três campeonatos, sete Taças de Inglaterra e seis Taças da Liga. Aos 68 anos, o que reserva o futuro Arsène Wenger?

Europa League Red Bull Salzburg gegen Marseille

Rolando (ao centro) deu a final ao Marselha no prolongamento.

Herói português em França

Não é fácil, por estes dias, ser-se português bem amado em França. Porquê? É só puxar a cassete atrás até 2016, quando Portugal venceu o Campeonato da Europa, em plena terra francesa. No entanto, em Marselha mora um herói português. Nascido em Cabo Verde, de nacionalidade portuguesa, Rolando reservou um lugar na final da Liga Europa, ao Marselha.

Depois da vitória por 2-0 em França, o Salzburgo empatou a eliminatória no tempo regulamentar. Amadou Haidara e um auto-golo de Nabi Sarr deram o resultado que os austríacos precisavam para empatar a meia-final. Seguiu-se o prolongamento. Depois de uma primeira metade, dominada pelo Salzburgo, a sorte sorriu ao Marselha. Ao minuto 116, a quatro minutos do jogo ir para a decisão dos penálties, Dimitry Paet bateu o canto, que foi parar ao pé de Rolando, que bateu o guarda-redes do Salzburgo, sem hipótese para Alexander Walke. A festa foi azul e francesa na Áustria. O Olimpique de Marselha está na final da Liga Europa, competição que nunca venceu, perdendo duas finais, 1999 e 2004 (na altura, a Taça UEFA). À terceira é de vez?

 Europa League Red Bull Salzburg gegen Marseille

Marco Rose (dta.) discute com o árbitro Sergei Karasev (esq.)

Faltou mais "sangue frio"

Que grande caminhada do RB Salzburgo na Liga Europa. Os pentacampeões austríacos foram a equipa sensação da prova esta época. A equipa comandada por Marco Rose dominou e controlou praticamente o jogo todo, conseguindo mesmo restabelecer a igualdade na eliminatória, com um resultado de 2-0 no tempo regulamentar. No prolongamento, a equipa austríaca voltou a atacar mais, mas a eficácia esteve do lado do Marselha, que sofreu muito para chegar à final de Lyon, a 16 de Maio, frente ao Atlético de Madrid.

No final da partida, Marco Rose criticou muito a arbitragem. No entanto, de realçar que o segundo golo do Salzburgo, é no mínimo, duvidoso, quanto a um possível fora-de-jogo. E antes do final do tempo regulamentar, Thauvin tenta fazer um cruzamento para a grande área, bola cortada de forma voluntária pelo defesa do Salzburgo, Caleta-Car. 

Leia mais

Áudios e vídeos relacionados