Líder rebelde detido no Sudão do Sul | Internacional – Alemanha, Europa, África | DW | 24.08.2019
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Internacional

Líder rebelde detido no Sudão do Sul

As autoridades sul-sudanesas detiveram o chefe da Frente Unida. No ano passado, o líder do grupo rebelde não aderiu ao acordo de paz assinado entre o Governo e a oposição.

Militares sul-sudaneses (Foto simbólica)

Militares sul-sudaneses (Foto simbólica)

As autoridades do Estado de Lol, no Sudão do Sul, anunciaram na noite de sexta-feira (23.08) a detenção do general Kuol Athuai, líder do grupo rebelde Frente Unida, que não aderiu ao acordo de paz de 2018 entre o Governo e a oposição armada.

Any Any George, porta-voz do Governo local do Estado de Lol, disse que Athuai foi detido, juntamente com todos os seus guardas, e levado para a base militar de Wun Yiik, de onde serão transferidos para a capital sudanesa, Juba.

O porta-voz acrescentou que, antes da detenção, os rebeldes lançaram um ataque na quinta-feira contra as tropas do Governo na área de Korok ocidental e nos confrontos o comandante do exército Garang Ngnog morreu, além de cinco combatentes rebeldes.

A Frente Unida do Sudão do Sul foi fundada em abril de 2018 pelo ex-chefe do Estado-Maior do Exército Paul Malong Awan, sancionado por Washington, para fazer frente às políticas do Presidente do país, Salva Kiir.

Em agosto de 2018, Kiir chegou a um acordo de paz com a maioria das fações opositoras armadas, em primeiro lugar com a do seu antigo vice-presidente Riek Machar, mas a aplicação do acordo está a ser "lenta e complicada".

Leia mais