Imprensa critica prestação da Alemanha contra o México no Mundial de futebol | Internacional – Alemanha, Europa, África | DW | 18.06.2018

Conheça a nova DW

Dê uma vista de olhos exclusiva à versão beta da nova página da DW. Com a sua opinião pode ajudar-nos a melhorar ainda mais a oferta da DW.

  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Internacional

Imprensa critica prestação da Alemanha contra o México no Mundial de futebol

Imprensa deixa críticas à seleção alemã e valoriza prestação mexicana. Há quem equacione Alemanha fora dos 16 que seguem na competição. Poucos esperavam que os ainda campeões do mundo perdessem frente ao México.

A festa foi a verde e branco no jogo entre México e Alemanha

A festa foi a verde e branco no jogo entre México e Alemanha

No Mundial de futebol a decorrer na Rússia, a derrota alemã frente ao México, no domingo (18.06), causou surpresa e é um dos destaques da imprensa desportiva um pouco por todo o mundo. Afinal, trata-se dos ainda detentores do título de campeões do mundo.

O diário espanhol "Marca" equaciona já a possibilidade da Alemanha não passar da fase de grupos e pergunta: "Últimos 16 sem a Alemanha?"

Na mesma linha, na Rússia, o "Sport Express" também diz que "muitos experts estão a questionar-se se a Alemanha conseguirá sobreviver à fase de grupos".

Um dos focos da imprensa são os problemas defensivos. O britânico "Guardian" compara os atacantes da equipa mexicana a um "enxame de piranhas" que passou pelos grandes espaços deixados abertos pela defesa alemã.

FIFA Fußball-WM 2018 in Russland | Deutschland - Mexiko | Fanmeile Berlin

A desilusão era visível entre os alemães

Tanto o espanhol "El Pais", como o britânico "Daily Telegraph" realçam a boa prestação da equipa mexicana contra o ainda campeão mundial

Da França, o "Équipe" diz que a Alemanha "perdeu a orientação" e considerou o jogo uma "bofetada monumental".

Da Suíça, críticas forte ao treinador Joachim Löw no "Neue Zuercher Zeitung": "Faltou quase tudo do que se esperava de um candidato ao título nesta Alemanha de Löw".

Nos Países Baixos, o diário "Trouw" refere que a pressão sobre Löw aumenta.

Da Itália, equipa que surpreendeu ao não conseguir vir a este Mundial, o Corriere dello Sport valoriza também a seleção mexicana. 

Fußball WM 2018 Gruppe F Deutschland - Mexiko

Hirving Lozano foi o autor do golo mexicano, aos 35 minutos de jogo

"México, que vitória". Já o "Repubblica" diz que foi um "início "miserável para os alemães".

Imprensa nacional não poupa

A própria imprensa alemã não deixou de apontar as falhas da equipa nacional.

O conhecido portal desportivo "Kicker" falou em "desempenho sem alma contra o México" e criticou a falta de organização tática, intensidade e competitividade da seleção alemã.

O diário "Süddeutsche Zeitung" tem a seguinte manchete na capa: "Há motivos para preocupação".

"A derrota deixa-nos com medo" publicou o tablóide Bild. "O técnico Joachim Löw iniciou em Moscovo com oito campeões mundiais de 2014. Mas a equipa esteve praticamente irreconhecível".

Outros começos atribulados

A verdade é que a Alemanha não foi a única seleção dita "favorita" a tropeçar no primeiro jogo. Brasil e Espanha ficaram apenas pelo empate. O mesmo sucedeu com a Argentina, que não foi além do 1-1 contra uma Islândia estreante nas andanças de um Campeonato do Mundo. França, outro dos candidatos fortes, apenas conseguiu vencer à Austrália  (2-1) graças a um autogolo da equipa do hemisfério sul.

Assistir ao vídeo 01:06

Mundial 2018: Guarda-redes Manuel Neuer de volta aos relvados

Leia mais

Links externos