Guiné-Bissau presta últimas homenagens a Serifo Nhamadjo | Guiné-Bissau | DW | 23.05.2020
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Guiné-Bissau

Guiné-Bissau presta últimas homenagens a Serifo Nhamadjo

Cerimónias fúnebres do antigo Presidente de transição da Guiné-Bissau, Serifo Nhamadjo, são realizadas este sábado (23.05) em Bissau.

Guinea-Bissau Serifo Nhamadjo ehemalige Präsident (DW/B. Darame)

Serifo Nhamadjo

As cerimónias fúnebres de Serifo Nhamadjo tiveram início na manhã deste sábado (23.05) na residência do antigo Presidente de transição da Guiné-Bissau, seguindo depois a urna funerária para a Assembleia Nacional Popular, onde lhe é prestada homenagem com a presença de diversos políticos e autoridades guineenses.

Segundo o Ministério dos Negócios Estrangeiros, o voo que transportava a urna com os restos mortais de Serifo Nhamadjo aterrou ao final da sexta-feira (22.05) em Bissau.

As cerimónias fúnebres estavam marcadas para a sexta-feira, mas foram adiadas para este sábado - depois que uma avaria mecânica no avião, proveniente de Lisboa, que transportava o corpo do ex-Presidente de transição, obrigou o aparelho a regressar à capital portuguesa.

Serifo Nhamadjo morreu a 17 de março, aos 62 anos, em Lisboa, vítima de doença.

Vida política e paixões

Nascido em 25 de março de 1958, Serifo Nhamadjo, dirigente do Partido Africano para a Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC), foi Presidente de transição da Guiné-Bissau entre maio de 2012 e junho de 2014.

Assumiu a liderança do período transitório na Guiné-Bissau, na sequência de um golpe de Estado, protagonizado por militares. Antes desempenhou as funções de primeiro vice-presidente do parlamento guineense.

Político que se assumia como amante da paz, justiça e estabilidade, Serifo Nhamadjo era formado em Contabilidade e Análises em Portugal, e era também um assumido amante do futebol, particularmente do Benfica, tendo chegado a ser presidente da casa daquele clube em Bissau.

Foi ainda fundador e primeiro presidente do Clube Desportivo de Mansaba, no interior norte da Guiné-Bissau.

Assistir ao vídeo 03:25

Guiné-Bissau: Coligação liderada pelo PAIGC reclama formação de novo Governo até 22 maio

Leia mais