Guiné-Bissau: Maior apreensão de droga da história do país em véspera de eleições | NOTÍCIAS | DW | 10.03.2019
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

NOTÍCIAS

Guiné-Bissau: Maior apreensão de droga da história do país em véspera de eleições

A Polícia Judiciária guineense apreendeu, este sábado (09.03), cerca de 800 quilos de cocaína, perto ca capital Bissau. Foram detidos quatro suspeitos: um senegalês, dois nigerinos e um guineense.

A Polícia Judiciária (PJ) da Guiné-Bissau fez, este sábado (09.03), véspera de eleições legislativas no país, a maior apreensão de droga da sua história: cerca de 800 quilos de cocaína.

A droga, escondida num fundo falso, em vários sacos de 30 quilos, em pacotes pretos, seguia num camião carregado de peixe. Chegou ao país por via marítima e foi colocada no camião, propriedade de um elemento associado à al-Qaida do Magrebe Islâmico (Alqmi), num armazém perto da capital. 

"Foram uns dias loucos, não dormimos, ninguém acreditava em nós, na nossa informação. Mas conseguimos", disse à Lusa um dos seis operacionais que há dois meses estava de olho neste carregamento.

A cocaína agora apreendida, "com elevado grau de pureza", pesava 789 quilos. De acordo com a PJ guineense, esta tratou-se da maior apreensão de droga de sempre no país, depois de em 2007 terem sido apreendidos 650 quilos.

Os traficantes tentaram enviar a droga num fim de semana em que as autoridades da Guiné-Bissau estavam concentradas nas eleições legislativas deste domingo (10.03), com seis mil efetivos.  "Mas correu-lhes mal", disse o mesmo operacional.

Na operação policial, que dura há duas semanas, foram detidos quatro suspeitos: um senegalês, dois nigerinos e um guineense.

A Guiné-Bissau realiza, este domingo (10.03), eleições legislativas. Acompanhe o escrutínio aqui na DW.

Assistir ao vídeo 02:15

Guiné-Bissau: Observadores internacionais pedem eleições pacíficas

Leia mais

Áudios e vídeos relacionados