Governo da Guiné-Bissau encerra embaixada na Alemanha | Guiné-Bissau | DW | 10.10.2019
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Guiné-Bissau

Governo da Guiné-Bissau encerra embaixada na Alemanha

O Governo de Bissau anunciou que vai fechar a embaixada do país, em Berlim, devido a irregularidades. Mas irá abrir um consulado geral em Hamburgo, onde vive a maior comunidade guineense na Alemanha.

Chefe da diplomacia guineense, Suzi Barbosa

Chefe da diplomacia guineense, Suzi Barbosa

O Governo da Guiné-Bissau decidiu encerrar a embaixada na Alemanha devido a irregularidades e ao incumprimento de requisitos de funcionamento, anunciou nesta quinta-feira (10.10) o Ministério dos Negócios Estrangeiros.

Em comunicado, o Ministério dos Negócios Estrangeiros esclarece que o Governo deliberou o encerramento da embaixada da Guiné-Bissau na Alemanha na reunião do Conselho de Ministros de hoje, porque a missão diplomática não estava a cumprir com os requisitos de funcionamento.

"E também por se ter detetado que sempre funcionou com fundos não provenientes do Tesouro Público guineense e devido a inúmeras irregularidades ocorridas que arriscaram pôr em causa a soberania do país", salienta-se na mesma nota.

O Ministério dos Negócios Estrangeiros guineense esclarece que será aberto um consulado geral em Hamburgo e que a embaixada em Bruxelas passará a ter a jurisdição sobre a representação diplomática da Alemanha.

Assistir ao vídeo 03:31

PAIGC envolvido no tráfico de droga na Guiné-Bissau?

Leia mais

Áudios e vídeos relacionados