Genocídio: Namíbia diz que compensação da Alemanha não chega | Internacional – Alemanha, Europa, África | DW | 04.06.2021

Conheça a nova DW

Dê uma vista de olhos exclusiva à versão beta da nova página da DW. Com a sua opinião pode ajudar-nos a melhorar ainda mais a oferta da DW.

  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Internacional

Genocídio: Namíbia diz que compensação da Alemanha não chega

A Namíbia considera que o pagamento de 1,1 mil milhões de euros em ajuda ao desenvolvimento, negociado com a Alemanha, é "insuficiente". Ainda assim, é "um passo na direção certa".

Após mais de cinco anos de amargas negociações, a Alemanha reconheceu na semana passada que tinha cometido um "genocídio" naquele território da África Austral, que colonizou entre 1884 e 1915, e anunciou o pagamento de mais de mil milhões de euros em ajuda ao desenvolvimento ao longo de 30 anos.

O acordo, aceite pelo Governo namibiano como um "passo na direção certa", foi rejeitado por muitos namibianos, incluindo representantes das comunidades Herero e Nama, em particular devido ao montante negociado, que foi considerado "insultuoso".

Hendrik Witbooi fez frente aos colonos alemães

"Temos de reconhecer que os 1,1 mil milhões de euros acordados entre os dois governos não são suficientes", disse esta sexta-feira (04.06) o vice-Presidente namibiano, Nangolo Mbumba, num discurso à nação.

Mas "a Alemanha está empenhada em renegociar o montante à medida que as reparações forem sendo implementadas", acrescentou.

A agência de notícias francesa, France-Presse (AFP), pediu um comentário sobre estas afirmações ao Ministério dos Negócios Estrangeiros alemão, mas este recusou-se a comentar.

A ajuda - que deverá beneficiar os descendentes das duas etnias - será utilizada para adquirir terras, construir estradas nas zonas rurais, fornecer água e saneamento, desenvolver energias renováveis e proporcionar formação profissional, afirmou o vice-presidente.

Cinquenta milhões de euros irão financiar um "programa de reconciliação" para preservar os arquivos do passado colonial da Namíbia.

Os crimes cometidos na Namíbia durante o período colonial alemão atormentaram as relações entre os dois países durante muitos anos. Os massacres de dezenas de milhares de pessoas dos povos Herero e Nama pelo exército e colonos alemães, entre 1904 e 1908, são considerados por muitos historiadores como o primeiro genocídio do século XX.

Genocídio na Namíbia: um capítulo sangrento da história colonial da Alemanha

Leia mais