Futebol: 1º de Agosto à beira do sonho | NOTÍCIAS | DW | 22.10.2018
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

NOTÍCIAS

Futebol: 1º de Agosto à beira do sonho

A noventa minutos do sonho: o 1º de Agosto quer levar o futebol angolano à final da Liga dos Campeões africanos, e pela frente tem o Espérance de Tunes. O jogo decisivo é esta terça-feira, na capital tunisina.

Angola vai parar esta terça-feira (23.10), quando o 1º de Agosto jogar a segunda "mão" das meias-finais da Liga dos Campeões da Confederação Africana de Futebol. O jogo em Tunes, capital da Tunísia, pode entrar para a história do clube angolano que, contra a expetativa generalizada, está a assinar uma carreira notável na principal competição africana de clubes.

Depois da vitória por 1-0 alcançada no jogo da primeira "mão", no estádio 11 de novembro, em Luanda, os "militares" partem para o segundo confronto com o Espérance motivados, e com razões para isso: conquistaram, este ano, o seu 12º título nacional, sagrando-se tricampeões. Desde 2016 que são dominadores absolutos do principal campeonato angolano, deixando longe a concorrência. Este ano, o Petro de Luanda ficou a três pontos e o Kabuscorp, terceiro colocado, fez menos 13 pontos que o campeão nacional.

Carreira africana quase imaculada

Na Liga dos Campeões, o "D'Agosto" fez nove jogos esta temporada, e perdeu apenas um: a 15 de maio, em Manzini, no Lesoto, com o Mbabane Swallows, por 1-0. Apesar da derrota, o conjunto angolano conseguiu o apuramento na fase de grupos, defrontando, nos quartos-de-final, o TP Mazembe, da República Democrática do Congo, um dos mais reputados emblemas do futebol continental. Depois do empate a zero em casa, foi a igualdade fora a um golo que garantiu à equipa de Luanda a passagem histórica às meias-finais da competição.

Há três semanas, o 1º de Agosto ganhou novo fôlego, ao bater o Espérance por 1-0, na Camama (arredores da capital angolana). Um golo solitário do veterano Buá, a dez minutos do final do encontro, pode ser a chave para a almejada passagem à final. O ambiente adverso no estádio olímpico de Radès, construído para os Jogos Mediterrâneos de 2001 (com 60 mil espetadores) será certamente uma contrariedade, mas a equipa orientada pelo sérvio Zoran Manojlovic (que em Angola também já treinou o Sagrada Esperança) sabe que, se marcar um golo, obrigará o opositor tunisino a ter de vencer para garantir o apuramento.

Uma das potências desportivas de Angola

Fundado em 1977, o Clube Desportivo 1º de Agosto tem no futebol uma das suas modalidades de eleição, com 12 títulos nacionais, quatro Taças de Angola e oito Supertaças. Esta época, conquistou o segundo "tri" da sua história (1979 a 1981 e 2016 a 2018).

Porém, é o basquetebol que domina a vitrine de troféus dos "rubro-negros", com 17 títulos nacionais masculinos e nove femininos, sendo os homens campeões africanos em oito ocasiões e as senhoras em três. De resto, esta é a modalidade desportiva em que Angola tem conseguido, ao longo da sua história, maiores e melhores resultados internacionais, quer a nível de clubes, quer no contexto das seleções nacionais.

Leia mais

Áudios e vídeos relacionados