Filipe Nyusi apresenta membros do Comité Central da Frelimo | Moçambique | DW | 01.10.2017
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Moçambique

Filipe Nyusi apresenta membros do Comité Central da Frelimo

Elenco principal do partido no poder para os próximos cinco anos é oficializado. Com 99% dos votos, Nyusi foi reeleito presidente da Frelimo e será candidato do partido em 2019.

default

Presidente de Moçambique, Filipe Nyusi

O presidente de Moçambique, Filipe Nyusi, apresentou este domingo (01.10) o primeiro Comité Central da Frelimo, eleito sob a sua presidência, durante o 11.º congresso do partido que decorre na Matola, arredores de Maputo.

A equipa de cerca de 200 pessoas foi escolhida com os votos de 2.264 delegados de todo o país e organizações filiadas da Frelimo. A partir deste comité, são escolhidas as próximas figuras chave do partido, nomeadamente, o secretário-geral e a Comissão Política, o órgão mais importante no intervalo entre as sessões do comité central e dos congressos.

O elenco central para os próximos cinco anos foi oficializado este domingo com a proclamação dos resultados pelo presidente moçambicano, momento recebido de forma efusiva pelo congresso. Na última sexta-feira, Nyusi foi reeleito presidente do partido  com 99% dos votos, tornando-se, assim, o candidato da Frelimo para as eleições gerais de 2019. 

Ouvir o áudio 03:23
Ao vivo agora
03:23 min

Ouça aqui a reportagem do nosso correspondente Leonel Matias

Conforme definido nos estatutos, 40% da composição do Comité Central é renovada a cada eleição. A Comissão Política é o órgão mais importante do partido e, em certa medida, do país, uma vez que os estatutos partidários lhe atribuem a competência de coordenar e orientar a ação do Governo da Frelimo, no poder, e da sua bancada parlamentar na Assembleia da República, além de se pronunciar sobre a composição do executivo.

O órgão é composto por um número ímpar, entre 15 e 21 membros, que vão orientar e dirigir o partido no intervalo das sessões do Comité Central e entre os congressos. A Comissão Política reúne, ordinariamente, uma vez por mês, convocada pelo presidente, ou a qualquer altura por requerimento de um terço dos membros ou sob proposta do secretário-geral. 

O XI Congresso da Frelimo arrancou na terça-feira e foi prorrogado até este domingo para dar mais tempo à eleição dos principais nomes do Comité Central. "É um escrutínio de mais de três mil boletins de voto e pela sua natureza exige cuidado", declarou António Niquice, porta-voz da Frelimo.

Leia mais

Áudios e vídeos relacionados