Escolher o amor em vez do ódio: Como é ser lésbica no Quénia | MEDIATECA | DW | 18.12.2019

Conheça a nova DW

Dê uma vista de olhos exclusiva à versão beta da nova página da DW. Com a sua opinião pode ajudar-nos a melhorar ainda mais a oferta da DW.

  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

MEDIATECA

Escolher o amor em vez do ódio: Como é ser lésbica no Quénia

Mary Muthui foi agredida, violada e sofreu preconceitos constantes - tudo porque ela escolhe amar uma mulher. Em Fevereiro de 2020, o Supremo Tribunal do Quénia decidirá se deve legalizar o relacionamento entre pessoas do mesmo sexo. Se for aprovado, Mary pode concretizar o sonho de um dia casar com a mulher da sua vida.

Assistir ao vídeo 02:45