Empresa do Dubai financiará novo aeroporto da Guiné-Bissau | Guiné-Bissau | DW | 24.11.2020

Conheça a nova DW

Dê uma vista de olhos exclusiva à versão beta da nova página da DW. Com a sua opinião pode ajudar-nos a melhorar ainda mais a oferta da DW.

  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Guiné-Bissau

Empresa do Dubai financiará novo aeroporto da Guiné-Bissau

A Concorde Stars Contracting anunciou que vai financiar totalmente a construção de um novo aeroporto na Guiné-Bissau. O projeto foi orçado em mais de 580 milhões de euros e início das obras dependem de reuniões técnicas.

TAP und Guinea Bissau

Foto ilustrativa no aeroporto

A empresa do Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, Concorde Stars Contracting LLC, anunciou que vai financiar totalmente a construção de um novo aeroporto da Guiné-Bissau, orçado em cerca de 588 milhões de euros. Uma equipa técnica da empresa chega esta terça-feira a Bissau para reuniões de trabalho.

"O projeto será totalmente financiado pela empresa Concorde", disse Talal Alboulskia, da empresa, após um encontro com o primeiro-ministro guineense, Nuno Nabiam, e quando questionado pelos jornalistas sobre o financiamento do projeto.

 Sobre o início da construção do novo aeroporto, Talal Alboulskia disse que depende das próximas reuniões técnicas, que vão definir o início da construção.

 "Estou muito satisfeito com o encontro com o Governo da Guiné-Bissau para a construção de um aeroporto internacional de referência. Recebemos um apoio incondicional por parte do Governo e temos outros projetos para este país", afirmou.

Fonte do gabinete do primeiro-ministro disse à Lusa que o novo aeroporto deverá situar-se em Nhacra, a 30 quilómetros de Bissau.

Assistir ao vídeo 08:16

Ajudar a família em casa é trabalho infantil?

Leia mais