Eleições em Nampula: CIP aponta vitória da RENAMO nas intercalares | Moçambique | DW | 15.03.2018
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Moçambique

Eleições em Nampula: CIP aponta vitória da RENAMO nas intercalares

Segundo o Centro de Integridade Pública de Moçambique, Paulo Vahanle obteve 58% dos votos na segunda volta das intercalares de Nampula. Autoridades eleitorais devem divulgar dados oficiais ainda esta quinta-feira.

Em Nampula, o Centro de Integridade Pública de Moçambique (CIP) anunciou a vitória do candidato da RENAMO na segunda volta das eleições intercalares para a presidência do Conselho Municipal da cidade. A votação decorreu nesta quarta-feira (14.03), com problemas registados pelos órgãos eleitorais

O CIP, que faz parte da plataforma Votar Moçambique junto com outras organizações da sociedade civil, acompanhou o escrutínio e a contagem e informou que Paulo Vahanle obteve 58% dos votos, enquanto que Amisse Cololo, da FRELIMO, partido no Governo, alcançou 42%. A informação foi avançada pela agência de notícias Lusa.

Entretanto, segundo o jornal moçambicano O País, os dados oficiais das autoridades eleitorais, mesmo que preliminares, ainda vão ser divulgados esta quinta-feira.

Problemas

Num relatório sobre a forma como decorreu a eleição, a plataforma aponta alguns problemas. Segundo os observadores, apesar de as urnas, de uma forma geral, terem aberto a horas, houve atrasos nalgumas mesas de voto por falta de materiais e cadernos eleitorais.

Registaram-se ainda casos em que os nomes de eleitores não constavam dos cadernos, apesar de terem cartão de eleitor e de terem votado nas mesmas mesas na primeira volta. Houve também casos de boletins de voto encontrados fora das assembleias de voto.

A votação em Nampula foi motivada pelo homicídio de Mahamudo Amurane, anterior autarca, e decorreu sete meses antes das eleições autárquicas em todo o país, agendadas para 10 de outubro.

Leia mais