Eleições em Moçambique: Os principais partidos prometem investimentos em Manica | NOTÍCIAS | DW | 12.09.2019
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Província a Província

Eleições em Moçambique: Os principais partidos prometem investimentos em Manica

Os cabeças-de-lista dos principais partidos estiveram em alguns distritos mais periféricos de Manica onde fizeram diversas promessas. A indústria, as estradas e o emprego são algumas áreas onde querem investir e apostar.

Mosambik | Kommunalwahlen (DW/B. Jequete)

Foto ilustrativa

Esta quinta-feira (12.09.) os principais partidos em Moçambique, nomeadamente a FRELIMO, a RENAMO e o MDM, estiveram presentes em toda a província de Manica com o objetivo de chegar ao máximo de eleitores possíveis.

Os três cabeças-de-lista de cada partido saíram de Chimoio para se concentrarem nos distritos mais periféricos. Assim, Francisca Domingos Tomás pela FRELIMO encontra-se no distrito de Guro, Alfredo Magumisse da RENAMO está em Macossa e Arone Mussoalho do MDM em Gondola. A DW África em Chimoio ouviu dos cabeças-de-lista dos três partidos, as propostas de projectos que cada um apresenta ao eleitorado.

Promessas eleitorai

Mosambik Francisca Tomás (DW/B. Chicotimba)

Francisca Tomás

Francisca Tomás da FRELIMO disse que o seu manifesto cinge na continuidade de acções já plasmadas no governo de Filipe Jacinto Nyusi, no que tange a provisão de mais serviços para as populações da província.

"O projeto principal também que estamos a trazer é no investimento, público e privado, com a paz que temos para que os nossos jovens tenham emprego, porque nós entendemos sempre que sem investimentos na nossa província não podemos encontrar emprego para os nossos jovens e sem a paz também não podemos desenvolver da melhor forma como nós queremos a nossa província de Manica”, prometeu a cabeça-de-lista pela FRELIMO.

Alfredo Magumisse afirmou que o seu partido, a RENAMO vai lutar para acabar com a corrupção dando melhorias de condições aos funcionários públicos como também potenciar o sector de agricultura.

Mosambik Alfredo Magumisse (DW/B. Chicotimba)

Alfredo Magumisse (dir.)

"Queremos transformar a nossa indústria em uma indústria apetecível ao serviço de todos nós. A nossa indústria não pode produzir porque o país é maioritariamente importador mas temos que passar de importador para exportador para tal é preciso acabar com a corrupção para aqueles que querem investir em Moçambique”, garantiu Magumisse.

Arone Mussoalho do MDM comunicou que o seu manifesto possui quatro pilares: a defesa da democracia, paz e a reconciliação nacional; o desenvolvimento económico e a criação de emprego; o desenvolvimento de infraestruturas e o equilíbrio social. 

"Vamos votar para melhorarmos as nossas estradas, para termos bons mercados para termos agua, para termos emprego, jovens não nasceram só para estarem a vender precisam também de ter emprego, então o MDM é uma aposta para que vocês tenham uma boa vida. O partido MDM é o partido que esta a apostar pela melhoria das condições sociais e esta melhoria passa primeiro por ter emprego”, disse Mussoalho.

Mosambik Arone Mussoalho (DW/B. Chicotimba)

Arone Mussoalho com o "V" da vitória

Eleitores exigentes

Em Manica os eleitores têm muitas exigências para o próximo ciclo governativo. João António Dinheiro é negociante num dos mercados maiores de Chimoio que pediu mais trabalho para quem for eleito para este cargo.

"Nós gostaríamos de ter um governador que trabalha a favor do povo, para o bem-estar do povo, não para o bem-estar da sua família e de si próprio. Eu gostaria que o próximo governo mesmo provincial ou central, que pautassem pela construção de boas estradas, de hospitais e provisão de medicamentos, escolas e facilitar o desenvolvimento de povo, pois regista-se altas rendas do imposto que esta a impedir o desenvolvimento individual, e o contribuinte que é o povo nunca desenvolve”, pediu Dinheiro.

Ouvir o áudio 03:55

Eleições em Moçambique: Os principais partidos prometem investimentos em Manica

O analista Boaventura Bosco Chinde considera que todos os partidos têm alguma experiência, mas a FRELIMO é mais favorita para ganhar a eleição naquela província.

"Como um analista, todos partidos são favoritos, todos partidos realmente são experientes em questões políticas e democráticas. Mas ao nível da província de Manica, eu estava a ver dentre os três candidatos, o mais favorito é o do partido FRELIMO. Mas para dizer a verdade o partido que nesta altura que está a mostrar capacidade, experiência de serviço, em que os seus dirigentes pelo menos apesar dos apesar, são indivíduos que depois da critica e autocrítica, conseguem ratificar e fazer algo que possam satisfazer a população ”, comentou Boaventura Bosco Chinde.

Em Manica a campanha eleitoral tem estado a decorrer num ambiente de festa apesar de se ter registado alguns danos em material de propaganda, mas não há registo de violência.

Leia mais

Áudios e vídeos relacionados