Domingos Simões Pereira: PAIGC aceita mandato para dirigir e unir a Guiné-Bissau | MEDIATECA | DW | 13.03.2019
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

MEDIATECA

Domingos Simões Pereira: PAIGC aceita mandato para dirigir e unir a Guiné-Bissau

Líder do PAIGC lamenta o facto de os números anunciados pela CNE não coincidirem com as expetativas do partido - obter a maioria absoluta - mas garante que aceita os resultados e vai estabelecer as "alianças necessárias" para a estabilidade. Sobre a futura relação com José Mário Vaz, Domingos Simões Pereira sublinha: "Nunca afirmei estar indisponível para trabalhar com o Presidente da República".

Assistir ao vídeo 04:47