Dezenas de alunos com Covid-19 na província de Maputo | Moçambique | DW | 19.01.2021

Conheça a nova DW

Dê uma vista de olhos exclusiva à versão beta da nova página da DW. Com a sua opinião pode ajudar-nos a melhorar ainda mais a oferta da DW.

  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Moçambique

Dezenas de alunos com Covid-19 na província de Maputo

Alunos de escolas e centros técnico-profissionais da província de Maputo estão em isolamento domiciliar após testarem positivo para Covid-19. Autoridades pedem respeito pelas medidas de prevenção e prometem condições.

Foto ilustrativa

Foto ilustrativa

Pelo menos 32 crianças, um professor e um voluntário residentes na Casa do Gaiato, no distrito de Boane, na província de Maputo, testaram positivo para a Covid-19.

Todas as pessoas infetadas são "assintomáticas e estão em isolamento", adiantou a diretora da instituição, Quitéria Torres, em entrevista à DW África.

Isabel Da Silva | Exekutivsekretärin der Bewegung Bildung für Alle

Isabel Da Silva, secretária executiva do Movimento de Educação para Todos (MEPT)

Ligada à Igreja Católica, a Casa do Gaiato é um centro de acolhimento de crianças e adolescentes de famílias sem recursos em Moçambique, que abriga atualmente 156 menores. De acordo com Quitéria Torres, as crianças acabam de regressar das férias do Natal e do final do ano, e todas as famílias que acolheram os menores estão a ser informadas para fazerem o teste.

"Quando estas crianças saíram da Casa do Gaiato, não tinham Covid-19. Ficaram 15 a 20 dias com os seus familiares, amigos e foram contaminadas na sociedade, nas comunidades e nos convívios", garante a responsável.

Data visualization COVID-19 New Cases Per Capita – 2021-01-20 – Africa - Portuguese (Africa)

Nas últimas semanas, Moçambique apresenta um aumento exponencial dos casos de Covid-19

É o momento certo para reabertura de escolas?

A secretária executiva do Movimento de Educação para Todos (MEPT), uma organização não-governamental moçambicana, lamenta o sucedido. Para Isabel da Silva, o que aconteceu na Casa do Gaiato deve ser uma chamada de atenção para todos.

"É preciso vermos que tipo de estratégias e soluções devem ser tomadas para reduzir o número de contaminações", apela.

A reabertura das escolas num momento em que continuam a aumentar os casos de Covid-19 no país é uma grande preocupação de Isabel da Silva. 

"Tem que se redobrar os esforços para assegurar que as contaminações ao nível escolar não aconteçam, porque nós sabemos as condições de higiene e de apresentação nas salas de aula que as nossas infraestruturas escolares possuem, que não estão preparadas para se adaptar a esta situação", afirma.

Mosambik Pemba Júlio José Parruque Gouverneur von Cabo Delgado.

Júlio Parruque, governador da província de Maputo

Há mais dinheiro para prevenção

Esta terça-feira (19.01), o governador da província de Maputo, Júlio Parruque, voltou a apelar ao respeito pelas medidas de prevenção da Covid-19.

"Os gestores escolares e os professores devem garantir rigor no comportamento dos alunos e manter as escolas abastecidas de produtos para a desinfeção, assim como com água para a lavagem das mãos", pediu Parruque.

O governante informou que o seu Executivo acaba de receber do Governo central recursos financeiros para a compra de produtos de higiene para as escolas.

Moçambique registou nesta terça-feira 824 novos casos de Covid-19 e mais quatro óbitos, incluindo dois na cidade de Maputo e dois na província de Maputo, de acordo com dados do Ministério da Saúde.

Assistir ao vídeo 02:19

Moçambique: Projeto incentiva as crianças à leitura durante a pandemia

Leia mais