Covid-19: Reino Unido aprova vacina da Pfizer/BioNTech | Internacional – Alemanha, Europa, África | DW | 02.12.2020

Conheça a nova DW

Dê uma vista de olhos exclusiva à versão beta da nova página da DW. Com a sua opinião pode ajudar-nos a melhorar ainda mais a oferta da DW.

  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Internacional

Covid-19: Reino Unido aprova vacina da Pfizer/BioNTech

Governo britânico diz que a vacina estará disponível a partir da próxima semana. Com a aprovação, o Reino Unido torna-se um dos primeiros países do mundo a vacinar a sua população contra o novo coronavírus.

Vacina produzida pela Pfizer/BioNTech

Vacina produzida pela Pfizer/BioNTech tem 95% de eficácia contra o novo coronavírus

O Governo britânico anunciou esta quarta-feira (02.12) a aprovação da vacina contra a covid-19 produzida pela Pfizer e pela BioNTech. As autoridades de saúde do Reino Unido adiantaram que a vacina estará disponível já na "próxima semana".

"O Governo aceitou a recomendação da Agência Reguladora de Medicamentos e Produtos de Saúde (MHRA) para aprovar o uso da vacina Covid-19 da Pfizer/BioNTech", disse um porta-voz do Executivo britânico.

O Reino Unido tornou-se, assim, o primeiro país do mundo a aprovar a vacina contra o novo coronavírus produzida pela Pfizer e BioNTech para uso generalizado. O país será ainda um dos primeiros a começar a vacinar a sua população.

"É uma notícia muito boa", declarou o secretário de Saúde britânico, Matt Hancock, ao sublinhar que os hospitais e centros de saúde do país estão prontos para dar início à vacinação.

Farmacêuticas comemoram

A Pfizer, empresa farmacêutica norte-americana, comemorou a autorização de uso emergencial feita pelo Reino Unido. 

"Essa autorização é uma meta pela qual temos trabalhado desde que declaramos que a ciência vai vencer. Aplaudimos a MHRA pela sua capacidade de conduzir uma avaliação cuidadosa e tomar medidas oportunas para ajudar a proteger o povo do Reino Unido", declarou o CEO Albert Bourla.

"Estamos focados em agir com o mesmo nível de urgência para fornecer com segurança uma vacina de alta qualidade em todo o mundo", acrescentou. 

A vacina produzida pela Pfizer em parceria com a alemã BioNTech tem 95% de eficácia contra o novo coronavírus, segundo estudos realizados pelos produtores da vacina.

Data visualization COVID-19 New Cases Per Capita – 2020-12-02 – Africa - Portuguese (Africa)

Leia mais

Áudios e vídeos relacionados