Covid-19: Capital de Madagáscar volta ao confinamento | NOTÍCIAS | DW | 05.07.2020
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

NOTÍCIAS

Covid-19: Capital de Madagáscar volta ao confinamento

A capital de Madagáscar, Antananarivo, volta a estar confinada a partir de segunda-feira (06.07), devido ao aumento de casos de Covid-19, anunciou a Presidência da República. Número de mortos em África sobe para 11.086.

"A região de Analamanga (na qual a capital se insere) volta ao confinamento total", informou um comunicado de imprensa da Presidência da República de Madagáscar.

A medida deve-se "à disseminação da epidemia e ao aumento dos casos de covid-19", explica o comunicado divulgado pela agência France-Press (AFP).

A região de Analamanga estará fechada à entrada e saída de viaturas, a partir de segunda-feira e até ao dia 20 de julho.

De acordo com o comunicado, "apenas uma pessoa por família tem direito a sair à rua entre as 06:00 e as 12:00”, ao contrário do que acontecia no anterior confinamento, em que as saídas eram permitidas até às 17:00.

Novas infeções

Segundo a AFP, a autoridade sanitária de Madagáscar registou centenas de casos diários de infeção nos últimos três dias, incluindo 216 no sábado, identificados em 675 pessoas testadas.

No âmbito do confinamento foram determinadas restrições ao tráfego, a suspensão do funcionamento dos tribunais por tempo indeterminado e as reuniões do Governo passam a ser realizadas por videoconferência, de acordo com o comunicado de imprensa da presidência.

O número de mortos devido à covid-19 em África subiu este domingo (05.07) para 11.086 e há 463.306 infetados, segundo os números mais recentes sobre a pandemia no continente.

De acordo com o Centro de Controlo e Prevenção de Doenças da União Africana (África CDC), o número de recuperados é de 222.304.

PALOPs

Quanto aos países africanos lusófonos, a Guiné-Bissau é o que tem mais infeções e mortes, com 1.765 casos e 25 vítimas mortais.

Cabo Verde tem 1.451 infeções e 17 mortos, enquanto Moçambique conta 969 infetados e sete mortos.

São Tomé e Príncipe contabiliza 719 casos e 13 mortos e Angola tem 346 casos confirmados de covid-19 e 19 mortos.

A pandemia de covid-19 já provocou pelo menos 530.865 mortes em todo o mundo e quase 11,3 milhões de infetados, segundo um balanço da AFP a partir de dados oficiais.

Assistir ao vídeo 01:11

Covid-19: Guiné-Bissau recebe carregamento de chá de Madagáscar

Leia mais