Covid-19: África tem mais de 10 mil infeções | Internacional – Alemanha, Europa, África | DW | 07.04.2020
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Internacional

Covid-19: África tem mais de 10 mil infeções

União Africana informa que Covid-19 já matou 487 pessoas no continente. Sao Tomé e Príncipe aumenta a lista de países com registo de infeções. Mais de 1,3 milhão de pessoas estão infetadas pelo coronavírus no mundo.

Nigeria Corona-Pandemie Polizei (Getty Images/AFP/P.-U. Ekpei)

Polícia aborda passageiros nos autocarros em Lagos

O Centro de Controlo e Prevenção de Doença da União Africana (CDC Africa) confirmou na manhã desta terça-feira (07.04) que o número de infeções pelo novo coronavírus no continente chegou a 10.075. Segundo o CDC Africa, foram registadas 487 mortes e 913 pacientes foram considerados recuperados.

Com a confirmação dos primeiros casos no arquipélago de São Tomé e Príncipe, o número de países com infeções no continente subiu para 52.

Ainda segundo o mapa da doença em África, a região norte continua a ser a mais atingida - com os maiores números de infetados em Argélia (1.423), Egito (1.322) e Marrocos (1.120). Os três países registaram 338 mortes por Covid-19.

Madagaskar Corona-Pandemie polizei (Getty Images/AFP/Rijasolo)

Madagascar: Agentes de saúde param pedestres e veículos

Números nos PALOP

Segundo o levantamento do CDC Africa, não houve registo de novas infeções em Moçambique, que permanece com 10 casos confirmados, um paciente recuperado e nenhuma morte.

Em Angola, o número de casos da Covid-19 subiu para 16, permanecendo o registo de dois mortos. Dois pacientes se recuperaram e o número de casos suspeitoas de infeção está acima de 2 mil.

Cabo Verde continua a registar sete pessoas com Covid-29 e um caso de óbito. Na Guiné-Bissau, as autoridades confirmaram 15 novos casos nas últimas horas, somando 33 pessoas infetados no país – que não tem registo de mortes.

Em São Tomé e Príncipe, as autoridades confirmaram os quatro primeiros casos da doença. São passageiros vindo de Portugal, que chegaram ao país em 21 de março e foram colocados sob quarentena.

Südafrika Corona-Pandemie Soldaten (picture-alliance/dpa/J. Delay)

Soldados garantem quarentena nas ruas de Alexandria

Mais de 1,3 milhão de infetados

Segundo dados atualizados, os números da Covid-19 estão a crescer no mundo - 209 países confirmaram casos da doença. O coronavírus já infetou mais de 1.3 milhão de pessoas e causou a morte de 75.282. A boa notícia é que 287.667 pacientes recuperaram.

Atualmente, os Estados Unidos são considerados o epicentro da doença e registaram casos de Covid-19 em todos as unidades da federação. Quase 370 mil pessoas foram infetadas pelo coronavírus, que já causou 10 mil mortes.

A Alemanha tem quase 100 mil infeções, e o número de mortes passou os 1,6 mil. O país tem uma das menores taxas de letaldade, 1,6%. A média de idade dos doentes é de 48 anos.

No Reino Unido, o primeiro-ministro Boris Johnson, 55 anos, foi internado nesta segunda-feira (06.04) depois que os sintomas da Covid-19 perduraram por mais de 10 dias. No início da noite o premiê teve seu quadro agravado com dificuldades de respirar e foi transferido para a UTI.

O país vive uma crise causada pelo coronavírus, que se agrava com a ineficiência dos mais de 3,5 milhões de kits para teste adquiridos pelo governo.

A ideia de testar toda a população e reduzir o isolamento foi adiada porque os testes não se mostram confiáveis. No Reino Unido há mais de 51 mil infetados, e mais de 5 mil mortes foram confirmadas.

Assistir ao vídeo 01:14

O consumo de morcegos e o coronavírus

Leia mais