Congresso do PRS: Fambé recua e aceita resultados | Guiné-Bissau | DW | 14.01.2022

Conheça a nova DW

Dê uma vista de olhos exclusiva à versão beta da nova página da DW. Com a sua opinião pode ajudar-nos a melhorar ainda mais a oferta da DW.

  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Guiné-Bissau

Congresso do PRS: Fambé recua e aceita resultados

Candidatura de Mário Fambé, do Partido da Renovação Social (PRS) da Guiné-Bissau, retirou a reclamação aos resultados da eleição para o novo líder daquela formação política.

Protesto de militantes do PRS e do MADEM em junho de 2019

Foto de arquivo

"Dadas as circunstâncias, a candidatura entendeu que não vale a pena insistir numa segunda volta", afirmou à agência Lusa fonte da candidatura.

O segundo candidato mais votado no sexto congresso do Partido da Renovação Social (PRS), terceira força política no parlamento guineense, Mário Fambé, tinha dito que não reconhecia a reeleição do líder do partido, Alberto Nambeia, à primeira volta, em nota enviada esta sexta-feira (14.01)

A candidatura de Alberto Nambeia foi dada na quinta-feira como a vencedora à liderança do partido, com 405 votos.

Alberto Nambeia foi reeleito para um terceiro mandato de quatro anos.

Assistir ao vídeo 07:43

Do pós-eleições ao avião "suspeito": Guiné-Bissau de crise em crise

Leia mais