CAN19: Apuramento de Angola, Moçambique, Guiné-Bissau e Cabo Verde ainda em aberto | Internacional – Alemanha, Europa, África | DW | 18.11.2018
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Internacional

CAN19: Apuramento de Angola, Moçambique, Guiné-Bissau e Cabo Verde ainda em aberto

Angola recebeu e bateu este domingo (18.11) o Burkina Faso. Moçambique venceu a Zâmbia por 1-0. Guiné-Bissau empatou frente à Namíbia, na quinta jornada da fase de qualificação para a Taça das Nações Africanas (CAN2019).

Angola recebeu e bateu este domingo (18.11), em Luanda, o Burkina Faso por 2-1, com um 'bis' de Mateus Galiano, e relançou a esperança na qualificação para a CAN2019. 

Em jogo referente à quinta e penúltima jornada do grupo I de qualificação para a CAN19, duas assistências do dianteiro Gelson Dala permitiram a Mateus Galiano marcar, aos 45 minutos e aos 57, tendo a seleção treinada pelo português Paulo Duarte reduzido aos 69, por Youssouf Dayu. Angola ultrapassou o adversário, passando a somar nove pontos, contra sete do Burkina Faso, e alcançou a líder Mauritânia, que recebeu, em Nouackchott, o Botsuana, último classificado, com apenas um ponto.

Moçambique também venceu

O moçambicano Reginaldo, avançado do Kekusi FK da Albânia, marcou aos 63 minutos o único golo da partida frente à Zâmbia. Com esta vitória, Moçambique soma 7 pontos, mantendo-se na terceira posição do grupo K, enquanto os zambianos ficaram afastados do apuramento. Para o coletivo moçambicano carimbar o "passaporte" para os Camarões, país que acolhe a CAN2019, terá de vencer a Guiné-Bissau na última jornada, uma tarefa que se antevê difícil.

A Guiné-Bissau empatou no sábado (17.11) na visita à Namíbia (0-0). A disputa no estádio Sam Nujoma, em Windhoek, mantém a Guiné-Bissau e a Namíbia nos dois primeiros lugares do grupo, agora com oito pontos. A passagem neste grupo continua em aberto para a Guiné-Bissau e Moçambique, porque na sexta e última jornada, agendada para março, a Guiné-Bissau recebe Moçambique no Estádio Nacional 24 de setembro.

A Zâmbia, já eliminada, defrontará em casa a Namíbia. Para a Taça das Nações Africanas de 2019 apuram-se apenas os dois primeiros classificados de cada grupo.

"Tubarões Azuis" perderam por 1-0

A seleção de futebol de Cabo Verde perdeu no sábado (17.11) por 1-0 no terreno do Uganda. Cabo Verde, treinado pelo português Rui Águas, entrou para a quinta e penúltima jornada do apuramento na terceira posição do grupo L, com quatro pontos e só a vitória lhe interessava para continuar firme na luta por um lugar no acesso à competição.

Depois de um 0-0 na primeira parte e com poucas oportunidades de golo para cada lado, o Uganda marcou aos 78 minutos, por Patrick Henry. Com este resultado, os ugandeses fizeram a festa do apuramento para a CAN2019 e garantiram desde já o primeiro lugar do grupo, com 13 pontos.

A Tanzânia, no segundo lugar com cinco pontos, empatou no domingo com o Lesoto, ficando cada um com 5 pontos, atrás do Uganda. Para se qualificar, Cabo Verde tem de vencer o Lesoto no seu último jogo em casa e esperar que a Tanzânia não vença o jogo com o Uganda em março do próximo ano.

Marrocos, Nigéria e Mali também se qualificaram para a CAN2019, enquanto a Líbia manteve vivas as suas hipóteses ao golear as Seicheles (8-1). A Nigéria empatou 1-1 com a África do Sul, o Mali derrotou por 1-0 o Gabão e Marrocos garantiu a classificação ao marcar 2-1 sobre o Malawi. A Líbia tem esperanças de conseguir uma vaga no acesso à CAN: vai receber a África do Sul em março num confronto direto para definir quem passa.

Estas seleções juntam-se assim aos outros países já classificados: Uganda, Camarões, Madagáscar, Senegal, Egito e Tunísia.

A CAN2019 decorrerá no próximo ano nos Camarões, entre 15 junho e 13 de julho, pela primeira vez com 24 países e fora dos habituais meses de janeiro e fevereiro.

Leia mais