Cabo Delgado: Nyusi e Magufuli juntos contra ″inimigo comum″ | Moçambique | DW | 01.07.2020
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Moçambique

Cabo Delgado: Nyusi e Magufuli juntos contra "inimigo comum"

Moçambique e Tanzânia querem reforçar a coordenação no combate aos grupos armados na província de Cabo Delgado, refere um comunicado divulgado em Maputo.

Presidente moçambicano, Filipe Nyusi

Presidente moçambicano, Filipe Nyusi

"As duas partes concordaram em reforçar a sua coordenação no combate contra este inimigo comum", após uma conversa telefónica entre o chefe de Estado moçambicano, Filipe Nyusi, e o seu homólogo da Tanzânia, John Magufuli, segundo a nota divulgada esta quarta-feira (01.07).

Cabo Delgado, uma das duas províncias moçambicanas que fazem fronteira com a Tanzânia, está sob ataque desde outubro de 2017 por insurgentes, classificados desde o início do ano pelas autoridades moçambicanas e internacionais como ameaça terrorista.

Em dois anos e meio de conflito em Cabo Delgado, onde avança o maior investimento privado de África para exploração de gás natural, estima-se que já tenham morrido, pelo menos, 600 pessoas e que mais de 200 mil já tenham sido afetadas, sendo obrigadas a procurar refúgio em lugares seguros.

O comunicado da Presidência moçambicana não avançou detalhes sobre o reforço da cooperação entre os dois Estados, limitando-se a referir que foi um dos temas que "mereceu muita atenção" durante a conversa entre os dois Presidentes.

Magufuli é atualmente o presidente em exercício da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC). A 19 de maio, a 'troika' do órgão de Política, Defesa e Segurança da SADC esteve reunida em Harare, capital do Zimbabué, e comprometeu-se a apoiar o Governo de Moçambique na luta contra os grupos armados em Cabo Delgado, sem, no entanto, avançar mais detalhes.

Além da insegurança em Cabo Delgado, Nyusi e Magufuli falaram "largamente sobre o combate à Covid-19, tendo partilhado experiências, e o Presidente tanzaniano saudou o chefe de Estado moçambicano pela passagem do 45.º aniversário da independência em Moçambique, referiu ainda o documento.

Assistir ao vídeo 01:49

Vítimas de ataques em Cabo Delgado em fuga pela vida

Leia mais