Brexit: Reino Unido aguarda concessões da UE para desbloquear acordo | Internacional – Alemanha, Europa, África | DW | 18.12.2020

Conheça a nova DW

Dê uma vista de olhos exclusiva à versão beta da nova página da DW. Com a sua opinião pode ajudar-nos a melhorar ainda mais a oferta da DW.

  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Internacional

Brexit: Reino Unido aguarda concessões da UE para desbloquear acordo

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, reiterou esta sexta feira (18.12) que as negociações pós-Brexit com a União Europeia estão "difíceis" e disse esperar concessões de Bruxelas.

"A nossa porta está aberta e vamos continuar a discutir", disse Johnson às televisões britânicas durante uma visita a Bolton, no norte da Inglaterra. 

"Há uma lacuna que precisa ser preenchida. O Reino Unido tem feito muito para tentar e ajudar, e esperamos que os nossos amigos da União Europeia (UE) sejam razoáveis e voltem à mesa com algo eles próprios, porque é realmente onde estamos", afirmou.

O chefe do Governo britânico falou por telefone na quinta-feira (17.12) com a Presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, tendo ambos reconhecido várias divergências por ultrapassar, nomeadamente na questão do acesso de barcos europeus às águas de pesca europeias.

EU Brexit-Verhandlungen in Brüssel

Boris Johnson (esq.) e Ursula von der Leyen

"O progresso está bloqueado"

O negociador-chefe britânico, David Frost, disse, através da rede social Twitter, que "o progresso está bloqueado" e que o tempo está a esgotar-se.

O Reino Unido abandonou a UE a 31 de janeiro, tendo entrado em vigor medidas transitórias que caducam no próximo dia 31 de dezembro.

Na ausência de um acordo, as relações económicas e comerciais entre o Reino Unido e a UE passam a ser regidas pelas regras da Organização Mundial do Comércio e com a aplicação de taxas aduaneiras e quotas de importação, para além de mais controlos alfandegários e regulatórios.

Para ratificar um acordo, o Parlamento britânico precisa de ser chamado do período de férias e acelerar o processo de aprovação para ser concluído em poucos dias. 

Assistir ao vídeo 03:32

Alemanha otimista quanto a um possível acordo do Brexit

Leia mais