1. Ir para o conteúdo
  2. Ir para o menu principal
  3. Ver mais sites da DW
Foto: privat

Borralho Ndomba (Luanda)

Correspondente da DW África em Angola

A paixão pela rádio e a necessidade de divulgar os problemas sociais dos bairros pobres de Luanda, onde viveu, despertou o interesse de Borralho Ndomba pelo jornalismo.

Na sua infância, viveu os momentos difíceis que Angola enfrentou durante a guerra civil e testemunhou os acordos de paz quando era adolescente. Acompanhou a progressão económica do país e a todas as suas fases de recessão. 

Para Borralho Ndomba, a estabilidade social depende fundamentalmente da boa governação, do respeito pelas liberdades dos cidadãos, de uma distribuição equitativa da riqueza, de um ensino de qualidade e da promoção de programas que estimulem o empreendedorismo. 

Estudou jornalismo no Centro de Formação de Jornalistas (CEFOJOR), em 2010, e concluiu o curso superior de Comunicação Social na Universidade Privada de Angola (UPRA), em 2017.

Cobre diferentes temas de interesse público sobre política, economia, sociedade, cultura e desporto. Nos últimos anos fez a cobertura de momentos que marcaram a história do país, como a transição política depois de 38 anos de governação de José Eduardo dos Santos.

Passou por diferentes redações, como a emissora provincial da Rádio Nacional de Angola no Bengo, Rede Angola, Novo Jornal. Começou a trabalhar na DW África em 2013 e estagiou na redação em Bona, na Alemanha, em 2019.

Saltar a secção Artigos em destaque de Borralho Ndomba (Luanda)
Saltar a secção Outros artigos e reportagens de Borralho Ndomba (Luanda)

Outros artigos e reportagens de Borralho Ndomba (Luanda)

Ver mais artigos
Ir para a página principal